Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS DO SUL

Mais rápido 22/05/2020 | 13h26

Testes para diagnosticar o coronavírus começam a ser feitos pelo Laboratório Municipal


Testes para diagnosticar o coronavírus começam a ser feitos pelo Laboratório Municipal
Foto: Divulgação

A Secretaria da Saúde de Caxias do Sul pretende realizar até 96 exames por dia, utilizando um método considerado preciso e capaz de identificar o vírus do Covid-19 no organismo dos pacientes. Os testes serão feitos no Laboratório da Central de Exames Complementares, localizado na sede administrativa da Secretaria, no prédio da UPA Central.

O método que está sendo utilizado é o RT-PCR, baseado no protocolo do Instituto de Virologia de Charité, ligado à Universidade Livre de Berlim, na Alemanha. Os servidores receberam treinamento para aplicar padrões na execução dos testes, que consistem no exame das amostras de secreções das vias respiratórias (nariz e garganta) dos pacientes suspeitos. A coleta é feita por meio de swabs, hastes plásticas com algodão numa ponta.

O vice-prefeito de Caxias do Sul e integrante do Gabinete de Crise, Elói Frizzo (PSB), ressalta que o processo local reduzirá o tempo para que se obtenha os resultados. Há a intenção de ampliar a capacidade de testes diários conforme sejam obtidos mais insumos.

Segundo o vice-prefeito, o Município já trabalhava em nível regional, por meio do Laboratório, para a realização de testes de HIV. Com adequações, agora também podem ser identificados casos de Covid-19. Elói Frizzo destaca o trabalho de toda a equipe da Secretaria da Saúde, liderada por Jorge Hahn Castro, para a consolidação da ação.

De acordo com critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde, os exames são realizados prioritariamente em profissionais da saúde, da segurança penitenciária, da Guarda Municipal, Fiscalização de Trânsito, Brigada Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros, Departamento Estadual de Trânsito e do Instituto-Geral de Perícias (IGP). Além disso, pacientes em internação hospitalar por síndrome respiratória aguda grave, gestantes e idosos a partir do 60 anos com síndrome gripal também estão no grupo prioritário.

Uma comitiva integrada pelo vice-prefeito e pelo secretário da Saúde, além do prefeito Flavio Cassina (PTB) e da coordenadora regional de saúde, Tatiane Fiorio, entre outros, visitou o Laboratório Municipal na manhã desta quinta-feira (21). Na ocasião, Jorge Hahn Castro anunciou a contratação de 400 exames, utilizando o mesmo método junto à Universidade de Caxias do Sul (UCS), para serem utilizados conforme a demanda.


Departamento de Jornalismo


CONFIRA O ÁUDIO








Em breve
Nenhum jogo no momento.