Rádio Caxias

Notícias



AGENDA

Espetáculos 21/05/2019 | 00h01

Tem Gente Teatrando nos bairros de Caxias


Tem Gente Teatrando nos bairros de Caxias
Foto: Hugo Araújo

Segue acontecendo o projeto “Tem Gente Teatrando nos bairros de Caxias- 2ª Edição”, da companhia Tem Gente Teatrando. Em maio, as apresentações acontecem nos bairros Beltrão de Queiróz e São Caetano. Nesta quinta-feira, 23 de maio, às 20h, o espetáculo “Lendas de Enganar a Morte” é apresentado no Centro Cultural Beltrão de Queiróz, no bairro de mesmo nome. E, no dia 30 de maio, às 20h, também quinta-feira, a companhia segue para o Salão da Igreja São Caetano, no bairro São Caetano.

O projeto é financiado pela Lei de Incentivo à Cultura e tem apoio cultural da Racon Consórcios. As apresentações acontecem até o final do ano em salões, escolas e espaços culturais de 12 bairros da cidade. O objetivo é levar o teatro até onde as pessoas estão e atingir um público de até 3 mil pessoas.

Todas as sessões são oferecidas de forma gratuita, mas a população é convidada a contribuir com um quilo de alimento não perecível que será repassado ao Banco de Alimentos de Caxias do Sul.

                       

Programação

23/05- Bairro Beltrão de Queiróz

30/05- Bairro São Caetano

12/09- Bairro São Vitor Cohab

26/09- Bairro Serrano/Jardim Iracema

17/10- Bairro Diamantino

24/10- Bairro Campos da Serra

07/11- Bairro Cidade Nova

21/11- Bairro Santa Corona

*Datas e localidades sujeitas a alterações    

     

Serviço:

O que: Apresentações nos bairros Beltrão de Queiróz e São Caetano

Quando: 23 e 30/05, às 20h

Onde: 
23/05- Bairro Beltrão de Queiróz- Centro Cultural do bairro Beltrão de Queiróz (Rua Bento Gonçalves, 3333)

30/05- Bairro São Caetano- Salão da Igreja São Caetano (Rua Anício Borges dos Santos, 740)

Quanto: Entrada franca (sugere-se a contribuição de 1kg de alimento não perecível)

Mais informações: temgenteteatrando.com.br | (54)3221.3130

 

Sinopse do espetáculo:
Dois andantes sem rumo, após uma longa e cansativa jornada, decidem parar para um descanso. Entre a abóbada estrelada e a luz do luar, começam a contar causos para passar o tempo. Animações, sombras e objetos cênicos dão suporte para os contos que acontecem aos olhos da plateia. Com dramaturgia própria e inspirada no folclore brasileiro e latino-americano, a montagem utiliza diferentes linguagens para cercar o mito da morte com diversos olhares, de forma leve e poética.

 

Assessoria de Imprensa - Tem Gente Teatrando 









Em breve
Nenhum jogo no momento.