Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS DO SUL

Economia 09/03/2021 | 16h57

Sindicomerciários elabora estratégias para manutenção de emprego e renda durante fechamento do comércio


Sindicomerciários elabora estratégias para manutenção de emprego e renda durante fechamento do comércio
Foto: Divulgação/Internet

A manutenção da bandeira preta pelo governo estadual tem como consequência, por exemplo, o fechamento do comércio no Rio Grande do Sul. Preocupado com o impacto financeiro decorrente das restrições, o Sindicato dos Empregados no Comércio de Caxias do Sul (Sindicomerciários Caxias) está avaliando lançar estratégias para diminuir o peso econômico da paralisação das atividades do setor.

Uma das propostas elaboradas pela entidade aos empresários é a implementação do banco de horas negativo. A ideia é que as horas não trabalhadas sejam compensadas em outras oportunidades sempre que o comércio for fechado em virtude do decreto do Estado.

O presidente do Sindicomerciários Caxias, Nilvo Riboldi Filho, explica que o comércio está pagando pela irresponsabilidade da população, que, segundo pontua, se descuida ao andar nas ruas sem máscara ou não seguindo os protocolos sanitários.

Riboldi comenta também sobre o impacto causado pela pandemia com o fechamento do comércio. O setor está registrando demissões na ordem de 20% dos empregados.

Ainda na opinião do presidente da entidade, os comerciários devem estar na linha de frente para ter prioridade na vacina, pois garantem o funcionamento do setor e o abastecimento para a população, principalmente nos supermercados.

Nilvo Riboldi Filho ainda confirma que está de acordo com as medidas impostas pelo governador Eduardo Leite (PSDB) para conter a disseminação do coronavírus. Porém, discorda das restrições ligadas ao comércio, que, de acordo com o líder sindical, vem arcando com boa parte das consequências dos atos da população como um todo.

Riboldi ainda critica uma fala do prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo (MDB), que diz que o trabalhador tem que dar a sua vida para defender a economia. O presidente do Sindicomerciários Caxias entende que as empresas necessitam continuar trabalhando para garantir o emprego, porém é inadmissivel colocar a vida dos colaboradores em risco para garantir a economia da cidade ou do estado.

Outras propostas citadas pelo Sindicato dos Empregados no Comércio de Caxias do Sul é a antecipação de, no máximo, duas férias e até mesmo a redução de jornada, com redução de salários, em condições excepcionais.

Pelas novas regras da bandeira preta, é proibido a comercialização de produtos não essenciais nos estabelecimentos comerciais. O comércio varejista e atacadista não essencial permitem tele-entrega e tele-atendimento, com presença de um trabalhador, com máscara, para cada 8m² de área de circulação. O atendimento na porta fica proibido.

O comércio essencial pode funcionar com atendimento ao público até as 20h, quando deve fechar para atender a suspensão geral e temporária de atividades, que vigora pelo menos até as 5h.

 


Departamento de Jornalismo


CONFIRA O ÁUDIO








Em breve
Nenhum jogo no momento.