Rádio Caxias

Notícias



JUVENTUDE

Polêmica 29/02/2020 | 21h24

Sindicato dos Árbitros emite nota de repúdio contra Walter Dal Zotto Jr


Sindicato dos Árbitros emite nota de repúdio contra Walter Dal Zotto Jr

O presidente do Sindicato dos Árbitros de Futebol do Estado do Rio Grande do Sul, Maicon Zuge, emitiu uma nota, em nome da entidade, repudiando as declarações do presidente do Juventude, Walter Dal Zotto Jr, após a partida contra o Grêmio. Após o jogo, o mandatário alviverde criticou fortemente o árbitro Anderson Daronco. Confira a nota completa:

"O SINDICATO DOS ÁRBITROS DE FUTEBOL DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL – SAFERGS vem a público repudiar as palavras proferidas nas emissoras de rádio, televisão e mídia em geral pelo Sr. Walter Dal Zotto Junior, presidente do E.C. Juventude, em face da atuação do árbitro associado ao Safergs e integrante do seleto quadro da FIFA, Anderson Daronco, em partida disputada neste sábado (29) pelo Campeonato Gaúcho 2020, Taça Francisco Noveletto Neto, entre Grêmio e Juventude.

Após o jogo, Anderson Daronco foi levianamente tachado, entre outras adjetivações, de “mal-intencionado” por suas decisões tomadas no jogo, bem como em partidas anteriores que dirigiu, pois segundo o Sr. Dal Zotto, “Ou é perseguição ou ele (Daronco) é mal intencionado”.

O dirigente do Juventude ainda complementou afirmando que “existe um complô com contra o Interior”. As acusações levianas e difamatórias não podem prosperar, pois o último clube a ser campeão no RS foi a SER Caxias (clube do Interior).

Tal atitude trata-se obviamente de uma manobra surrada, na qual dirigentes e/ou atletas buscam com tais manifestações transferir a responsabilidade por eventual ineficiência técnica ou derrota à arbitragem.

Como se não bastassem as palavras levianas do presidente ao final do jogo contra o árbitro Anderson Daronco, o jogador Marcelo Carné, do Juventude, antes de sair do gramado ofendeu publicamente o árbitro com as seguintes palavras: “Tenta se impor porque é malhado, forte, mas se encontrar ele na rua, se afina. É uma palhaçada.” A declaração foi dada ao ser entrevistado pelo repórter da RBS TV e SporTV Victor La Regina.

O Sindicato dos Árbitros de Futebol do Estado do Rio Grande do Sul despreza e repudia veementemente tais manifestações, posto que atletas e dirigentes se utilizam de tais manobras com o nítido objetivo de transferir a responsabilidade pela incapacidade e insucesso demonstrado na competição.

Importante destacar que nos orgulhamos desta honrosa função que desempenhamos, a qual fazemos com total isenção e imparcialidade! Este Sindicato é formado por pais e mães de família, que deixam seus lares para contribuir com o desporto, e, em hipótese alguma, irá admitir ser ofendido em nossa honra por ninguém, seja por qualquer atleta, membro de comissão técnica ou dirigente que queira justificar o fracasso, o insucesso e a incapacidade de sua equipe colocando em dúvida o caráter e a lisura de nossos associados, que entram em campo com o único objetivo de aplicar as regras do jogo a este esporte que tantas emoções suscitam em todos os brasileiros.

O Safergs, através de sua Diretoria e de seus associados, esclarece que respeita o trabalho sério desenvolvido pelos atletas, membros de comissão técnica e dirigentes que atuam no futebol, todavia não admite que a integridade moral de seus sindicalizados, como no caso em questão, seja vulnerada, assim como não admite que o caráter, a honra e a imparcialidade de seus membros sejam caluniados e difamados de forma leviana por atleta e/ou dirigente despreparados que procuram colocar em terceiros a culpa por sua incompetência e insucesso."


Departamento de Esportes






Em breve
Nenhum jogo no momento.