Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS DO SUL

Remoção Ilegal 13/08/2019 | 19h30

Sindicato denuncia retirada ilegal de equipamentos de fábrica da Voges após decreto de falência


Sindicato denuncia retirada ilegal de equipamentos de fábrica da Voges após decreto de falência
Foto: Divulgação

A falência do Grupo Voges foi decretada pela justiça ainda no último dia oito de agosto. A partir da determinação a empresa deveria interromper as atividades, desocupar o prédio da Maesa, que pertence ao Município, e deixar os bens para leilão. 

Entretanto, nesta terça-feira (13), o Sindicato dos Trabalhadores Metalúrgicos denunciou que dez caminhões estariam realizando a retirada dos equipamentos de dentro da fábrica, ato ilegal, visto que a empresa não possui nenhuma determinação judicial para tal.

O presidente do Sindicato, Assis Melo, conta que o grupo que estava recolhendo os materiais não era da Voges e afirmava que os moldes que estavam sendo levados pertencia a outra empresa. Todavia, como ninguém apresentou ordem da Justiça por escrito, a retirada das peças foi interrompida, pois nenhum equipamento deve sair de dentro do prédio. 

Assis salienta que é preciso que todas as peças estejam devidamente identificadas como sendo posse de outro grupo para que a ação seja legal. O presidente afirma que o Sindicato vai aguardar o procedimento a ser tomado pelo judiciário pois, segundo ele, a situação é bastante delicada.

Como a ação foi interrompida, a entidade acredita que nenhum material foi de fato retirado, e não foi confirmado se os materiais pertenciam ou não a outra empresa. A dívida trabalhista do Grupo Voges divulgada pela justiça está estimada em R$ 70 milhões a mais de 3 mil pessoas com valores atrasados para receber.


Departamento de Jornalismo




GALERIA



CONFIRA O ÁUDIO








Em breve
Nenhum jogo no momento.