Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS DO SUL

Pandemia 28/09/2020 | 19h28

Secretário estadual prevê ampliação de capacitações técnicas em meio à nova realidade educacional


Secretário estadual prevê ampliação de capacitações técnicas em meio à nova realidade educacional
Foto: CIC Caxias/Divulgação

No Brasil, apenas 19,6% dos estudantes que iniciam a vida escolar chegam à universidade e concluem um curso superior. Os 80,4% restantes ficam pelo caminho por uma série de fatores. Os dados foram apresentados pelo secretário estadual da Educação, Faisal Karam, durante a reunião-almoço on-line realizada segunda-feira (28) pela Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC) de Caxias do Sul.

Devido a uma agenda do Gabinete de Crise com o governador Eduardo Leite (PSDB), Karam se atrasou para falar com o tema “Educação gaúcha: ações do Estado na pandemia, tecnologias e resultados”. Por isso, a palestra foi iniciada pela secretária-adjunta Ivana Flores. Na ocasião, ela apresentou alguns dados do setor em meio à pandemia, como a existência de 650 mil contas ativas de alunos no Google Sala de Aula, além de 38 mil professores.

Para que fosse possível oferecer pleno acesso à ferramenta, houve o investimento de R$ 8,5 milhões para o fornecimento de internet ao total de 820 mil alunos e 60 mil professores, por meio de negociações com operadoras de telefonia. Para o secretário Faisal Karam, o desafio continua sendo adaptar o modelo presencial de ensino para o remoto, ou híbrido. Por isso, foi feita a capacitação de todos os professores no Google Sala de Aula.

Pelo calendário proposto pelo Governo do Estado, no dia 13 de outubro a rede pública estadual volta às aulas, cumprindo os protocolos de saúde. O modelo será híbrido, com aulas presenciais somente com 50% dos estudantes, tendo alternância de alunos diária ou semanal, conforme o calendário que cada escola organizar. A decisão de mandar os filhos aos colégios é dos pais ou responsáveis.

O secretário pontuou que o trabalho desenvolvido inclui a formulação de modelos e protocolos para oferecer segurança para que a educação continue a desenvolver os cidadãos. Nesse sentido, Faisal Karam destaca a importância das escolas técnicas e a grande meta da Secretaria nos próximos dois anos – criar cursos voltados à realidade de mercado.

Durante a reunião-almoço o secretário da Educação disse também que o governo deve proporcionar a qualificação dos professores, cuja média de idade nos anos iniciais do ensino fundamental é de 50 anos – que oportunidade esses docentes tiveram para adequar a linguagem com os alunos de até 11 ou 12 anos de idade? Para Karam, há grandes desafios que dependem diretamente da capacidade financeira do Estado. 


Departamento de Jornalismo


CONFIRA O ÁUDIO








Em breve
Nenhum jogo no momento.