Rádio Caxias

Notícias



ESTADO

Auxílio 30/03/2021 | 10h49

Rede de saúde receberá aporte financeiro de R$ 257 milhões dos três poderes gaúchos


Rede de saúde receberá aporte financeiro de R$ 257 milhões dos três poderes gaúchos
Foto: GovernoRS/Divulgação

Foi anunciado um aporte extra de R$ 257 milhões para a rede de saúde pública do Rio Grande do Sul na tarde desta segunda-feira (29). A maior parte do valor é encaminhamento direto do Governo do Rio Grande do Sul, que vai destinar R$ 167 milhões para o custeio de leitos, atendimentos, medicamentos e insumos junto aos hospitais. Outros R$ 70 milhões vêm do Legislativo, do Judiciário do Estado e de órgãos autônomos em um abatimento dos repasses anuais feitos aos mesmos pelo Piratini. Conforme divulgado, este montante deve chegar ainda nestes últimos dias de março. Uma última parcela das verbas (R$ 20,5 milhões) é oriunda do Fundo Estadual da Saúde (FES), visando o pagamento extraordinário de unidades hospitalares.

Conforme informação do Governo, os aportes são possíveis por ações de organização de fluxo de caixa. Dentre elas estariam ações de ajuste fiscal, reformas e auxílio federal e a contenção de despesas.

Durante o anúncio do reforço orçamentário, o governador Eduardo Leite (PSDB) exaltou a disponibilidade dos Poderes para a oferta de recursos para o enfrentamento da pandemia. Ele destacou que a distribuição das verbas vai ocorrer com critérios técnicos definidos via coordenação da Secretaria Estadual da Saúde (SES). Em tom de agradecimento, Leite analisou que o ato vai é sentido pelo Governo e também pelos profissionais que estão na linha de frente do combate à Covid-19. O chefe do Executivo Estadual expôs o reconhecimento ao comando das diferentes esferas do Poder Público riograndense.

Os R$ 90,5 milhões do Fundo Estadual e do abatimento dos duodécimos vai para o pagamento de quase 5,1 mil leitos clínicos e de quase 2 mil vagas de tratamento intensivo. Do valor vindo do Tesouro do Estado, R$ 50 milhões são para a compra de medicamentos, R$ 68 milhões para o pagamento de hospitais e R$ 49 milhões ficam com o IPE Saúde.

 

 


Departamento de Jornalismo


CONFIRA O ÁUDIO








Em breve
Nenhum jogo no momento.