Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS DO SUL

Venda carne de cavalo 29/11/2021 | 12h58

Receita Estadual deve autuar estabelecimentos envolvidos na venda de carne equina


CONFIRA O ÁUDIO


Receita Estadual deve autuar estabelecimentos envolvidos na venda de carne equina
Foto: MP


Departamento de Jornalismo

A oferta de carne de cavalo imprópria por estabelecimentos de Caxias do Sul indica também um estratagema de sonegação fiscal. Isto pois a quadrilha fornecia os cortes e os hambúrgueres sem a emissão de nota, impedindo o registro das transações. Até pela repercussão do caso, a Delegacia da Receita Estadual de Caxias do Sul já está atenta às prováveis irregularidades dos empresários envolvidos. Até aqui, o Ministério Público (MP-RS) só confirmou que a carne equina era servida no Natural Burguer, do Sagrada Família, e no Miru's Burguer, do bairro Kayser. Todavia, há suspeita de que o esquema contava com ampla rede de clientes, do setor gastronômico e supermercadista. Ainda assim, o órgão aguarda ser notificada pelo Ministério.

É o que explica o delegado da Receita Estadual de Caxias, Magno Friedrich, que relata, entretanto, que análises preliminares já estão sendo realizadas. Conforme ele, as casas vão ser punidas caso forem comprovadas transações sem nota fiscal. Friedrich adianta que a Receita pode entrar para atuar sobre as irregularidades relacionadas à carne equina, mas que a investigação do órgão deve ser mais ampla.

De acordo com a Delegacia Regional da Receita Estadual, os clientes da quadrilha que vendia carne imprópria de cavalo podem ser retirados do Simples Nacional. Empresas de maior porte, não enquadradas no regime, tem prevista a notificação, com aplicação de penalidade financeira. Assim, seria cobrada a restituição dos valores devidos ao Estado mais 100% do montante.

 







Em breve
Nenhum jogo no momento.