Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS DO SUL

Pandemia 27/12/2020 | 06h25

Protocolo de Cogestão Regional e novo Decreto publicado pelo executivo caxiense estão entre os motivos para Amesne não recorrer à bandeira vermelha


Protocolo de Cogestão Regional e novo Decreto publicado pelo executivo caxiense estão entre os motivos para Amesne não recorrer à bandeira vermelha
Foto: GovernoRS/Divulgação

Pela quarta semana consecutiva, Caxias do Sul está classificada em bandeira vermelha. A confirmação veio no início da noite de sexta-feira (25). Essa é a 34ª rodada do modelo de Distanciamento Controlado, e indica alto índice de contágio do coronavírus no RS. No entanto, a Associação dos Municípios da Encosta nordeste (Amesne) não irá recorrer da decisão, o que poderia ser feito até as 6h deste domingo (27).

Entre os motivos apresentados, está a atualização do Protocolo de Cogestão Regional, aprovado pelo governo do Estado. E também a publicação de um novo decreto (nº 21.326), na última quarta-feira (23), aderindo novamente às regras regionais.

Segundo o presidente da Amesne, José Carlos Breda, além de flexibilizar o modelo estadual da bandeira vermelha, o decreto ainda cita as medidas adotadas caso a região entre na bandeira preta. Além do mais, ante a situação vivida, a entidade dispunha de poucos argumentos para convencer o executivo Estadual e requerer esta reversão.

No entanto, essa flexibilização exige do governo Municipal um reforço na fiscalização, a fim de não criar nas pessoas a falsa sensação de segurança, pois o número de contaminados pela Covid-19 ainda é alto.  Neste sentido, seguem valendo as medidas sanitárias impostas anteriormente, como o uso de máscara, a proibição de eventos sociais e o consumo de bebidas alcóolicas em locais públicos.

As regras do Modelo de Distanciamento do Governo do Estado, e que classificou a região da Serra em bandeira vermelha, são válidas até 04 de janeiro de 2021.


Departamento de Jornalismo


CONFIRA O ÁUDIO








Em breve
Nenhum jogo no momento.