Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS DO SUL

Proposta 20/10/2021 | 12h05

Projeto que prevê a compra de terrenos para abrigar recicladores desagrada associação


Projeto que prevê a compra de terrenos para abrigar recicladores desagrada associação
Foto: Codeca Divulgação

Na última sexta-feira (15), a Codeca recolheu 14 toneladas de lixo na rua Cristóforo Randon, no bairro Marechal Floriano. E realizou a limpeza e roça de meios-fios, a pedido do prefeito Adiló Didomenico (PSDB). 

O local se tornou referência para recicladores da região e por esse motivo a administração pública negocia a compra de 10 terrenos, nos fundos do Estádio Centenário, para realizar a construção de um pavilhão, a fim de concentrar a atividade. Pois, atualmente, ela acaba prejudicando a fluidez do trânsito. Inclusive, já existe a expectativa de que a obra esteja concluída em meados de 2022.

E apesar do prefeito reforçar, na ocasião, que todo o processo será conduzido na base do diálogo, visando atender aos interesses de todos, a medida desagradou o presidente da Associação de Recicladores do bairro Serrano, Daniel Rodrigues do Prado.

E o principal motivo seria o fato do Município já contar com 12 associações de reciclagem e mais uma cooperativa. Na opinião de Daniel, a Prefeitura poderia realocar os catadores daquela região em uma dessas associações. No caso da Serrano, são 30 associados, mas existe a capacidade técnica de acolher até 100. Além disso, essas associações são conveniadas a administração pública e tem passado por dificuldades, muito em razão do aumento desses catadores independentes.

Daniel ainda fez questão de frisar que não é contrário à medida e nem mesmo indiferente à situação daqueles catadores, que vêem na atividade uma geração de renda e emprego. No entanto, acredita que existem meios mais assertivos de aplicar estes recursos que serão gastos com a compra desses terrenos.

Até porque, isso acabaria beneficiando somente aos catadores daquela região. Enquanto que as associações tem ficado de certa forma à deriva em se tratando de ações por parte do poder público.

Neste sentido, a Prefeitura poderia flexibilizar a atuação das associações, que atualmente não tem autorização para realizar a coleta seletiva, de forma independente, como os referidos catadores da rua Cristóforo Randon. Pois, as associações conveniadas a Prefeitura recebem esse material reciclável direto da Codeca.

 


Departamento de Jornalismo


CONFIRA O ÁUDIO








Em breve
Nenhum jogo no momento.