Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS DO SUL

Aniversário 17/10/2020 | 13h50

Primeiro cartório de Caxias do Sul comemora 130 anos neste sábado


Primeiro cartório de Caxias do Sul comemora 130 anos neste sábado
Foto: divulgação / internet

O Primeiro Tabelionato de Notas de Caxias do Sul ou simplesmente Cartório Marcos completa, neste sábado (17), 130 anos em atividade no Município. Sendo que, o seu marco inicial se deu em 17 de outubro de 1890, com a outorga de uma procuração, pelo demarcador de terras, Manoel João Teixeira. Nessa época, o cartório estava estabelecido nas proximidades da Praça da Bandeira, no bairro São Pelegrino e o tabelião responsável era Antônio José Barbosa Júnior, que fazia parte do comitê de medição de lotes aos imigrantes italianos, tanto em Caxias do Sul quanto em Antônio Prado, que chegaram a região a partir do ano de 1875, com a promessa de uma vida melhor. 


A critério de curiosidade, vale lembrar que, nessa época, a antiga Freguesia de Santa Teresa de Caxias já havia sido elevada à condição de Vila, constituindo-se em um município autônomo, desmembrado-se de São Sebastião do Caí, onde ocupava a categoria de 5º Distrito, o que aconteceu em 20 de junho de 1890.  Porém, muita coisa mudou desde então. A cidade assistiu a uma explosão demográfica, o que foi sendo registrado no referido tabelionato e, portanto, faz do Cartório Marcos um patrimônio histórico do Município, pois ele acompanhou de perto esse crescimento populacional e econômico de Caxias do Sul, elevado a condição de município na esteira da Proclamação da República, em 1889. 
Marcos Cunha Lima, que ingressou no Cartório ainda garoto, aos 15 anos, e desde 1988 ocupa a função de tabelião, conta que esse cargo, naquela época, ou seja, meados de 1890, era ocupado apenas por cidadãos luso-brasileiros, que eram indicados pelo governo. Isso, a fim de antender ao enorme contingente de italianos que povoavam a região e não dominavam a língua portuguesa.  O titular do Cartório centenário ainda conta, com orgulho, que a maioria dos bairros de Caxias do Sul tiveram suas escrituras lavradas neste tabelionato, pois outros cartórios só chegaram a região a partir da década de 1940. 

Ainda narrando fatos curiosos, envolvendo o referido cartório, Lima menciona a escritura que abriga o Shopping Itália. O grande número de proprietários do terreno, algo em torno de 120, fez com que o estabelecimento virasse a noite (das 15h as 6h), a fim de colher todas as assinaturas e permitir a compra do terreno. Esse, é apenas um exemplo, dos muitos serviços prestados à comunidade caxiense pelo Cartório Marcos, comenta o tabelião. E que deram aos munícipes a segurança jurídica e a paz social nas relações de negócios, comemora. 

 


Departamento de Jornalismo


CONFIRA O ÁUDIO








Em breve
Nenhum jogo no momento.