Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS DO SUL

Política 14/01/2020 | 09h26

Prefeito Flavio Cassina e vice Elói Frizzo apresentam renúncia aos cargos de vereador


Prefeito Flavio Cassina e vice Elói Frizzo apresentam renúncia aos cargos de vereador

A eleição indireta realizada pela Câmara de Vereadores de Caxias do Sul no dia 09 de janeiro definiu como prefeito o vereador Flavio Cassina (PTB), e como vice-prefeito Elói Frizzo (PSB). A medida foi necessária após a cassação do mandato do ex-prefeito Daniel Guerra (Republicanos). Os parlamentares integraram a única chapa inscrita para o pleito.

Com a eleição de Cassina e Frizzo, automaticamente seus cargos no parlamento ficaram vagos, e por isso foram convocados os suplentes Clóvis de Oliveira (PTB), o Xuxa, e Wagner Petrini (PSB), o Muleke, que assumiram nesta terça-feira (14) durante a primeira sessão representativa da Câmara realizada após a votação do dia 09. O encontro ocorreeu no auditório da Prefeitura, espaço cedido devido à falta de energia no plenário do Legislativo, problema ocasionado devido a um princípio de incêndio registrado no dia 29 de dezembro.

O presidente da Câmara, Ricardo Daneluz (PDT), explica que os mandatos de Cassina e Frizzo foram extintos ao serem empossados prefeito e vice, respectivamente. Contudo, mesmo com o trâmite, ambos entregaram nesta segunda-feira (13) os pedidos de renúncia aos cargos de vereador.

Também na segunda-feira, a chefe da assessoria de comunicação social da Câmara, Alexandra Baldisserotto, pediu desligamento após 10 dias no cargo. Esposa do ex-prefeito Alceu Barbosa Velho (PDT), Alexandra é servidora concursada e retornará à função administrativa que exercia na Secretaria Municipal da Agricultura. Ricardo Daneluz conta que o Cargo de Comissão (CC) no Legislativo é do PDT, e que o novo nome será divulgado assim que for definido.

Outro suplente que está na Câmara é Tibiriçá Maineri (Republicanos), que assumiu a vaga de Chico Guerra, ex-chefe de gabinete do prefeito cassado e vereador eleito pelo mesmo partido. Chico cumpre uma suspensão de 60 dias, punição aprovada pela Casa em julho de 2019. Tibiriçá compõe a bancada ao lado de Elisandro Fiuza. Dessa forma, Renato Nunes (PR) deixou o parlamento.


Departamento de Jornalismo


CONFIRA O ÁUDIO








Em breve
Nenhum jogo no momento.