Rádio Caxias

Notícias



ESTADO

Segurança 15/01/2015 | 17h36

Policiais Civis temem que decreto de cortes de gastos prejudique segurança no Estado


CONFIRA O ÁUDIO


Policiais Civis temem que decreto de cortes de gastos prejudique segurança no Estado
Reunião do Sinpol-RS com Chefia de Polícia para tratar dos itens do decreto 52.230/2015 referentes à Polícia Civil. | Foto: Sinpol-RS/Divulgação


Departamento de Jornalismo
A contenção de gastos prevista em decreto do governador José Ivo Sartori (PMDB) pode atingir a área da segurança pública. Essa é a preocupação do Sindicato dos Servidores da Polícia Civil do Rio Grande do Sul (Sinpol-RS).

O decreto suspende por seis meses a contratação de pessoal e serviços terceirizados, realização de concursos, entre outros investimentos, com o intuito de diminuir as despesas públicas.

O Sindicato divulgou nota oficial pedindo esclarecimentos à administração estadual sobre quais gastos seriam cortados.

Para o 2° vice-presidente do Sinpol, Rogério Bilhalva, não ficou claro se a segurança, área considerada como prioritária, se enquadra na contenção de custos. Caso isso ocorra, acredita que o trabalho da polícia possa ficar comprometido pela redução em 40% do pagamento de horas extras aos servidores.

De acordo com Bilhalva, a maior preocupação da categoria é em relação a interrupção dos concursos públicos, já que mais de 650 candidatos já aprovados estariam prontos para ingressar no curso da Polícia Civil.

O decreto do Governo estadual também suspende a renovação de contratos de aluguéis, o que, para o Sinpol, torna incerto o futuro de delegacias localizadas em imóveis locados.






Em breve
Nenhum jogo no momento.