Rádio Caxias

Notícias



ESTADO

Operação Asfixia 02/07/2019 | 10h26

Polícia Civil prende cinco pessoas por envolvimento com roubos a bancos


Polícia Civil prende cinco pessoas por envolvimento com roubos a bancos
Foto: Polícia Civil/Divulgação

A Polícia Civil, por meio da 1ª Delegacia de Polícia de Repressão a Roubos, do Departamento Estadual de Investigações Criminais (1ªDR/Deic), desencadeou, na manhã desta terça-feira (02) a Operação Asfixia no combate aos crimes de roubo a instituição bancária e tentativa de homicídio. Foram cumpridas 23 ordens judiciais entre mandados de busca e de prisão nas cidades de Caxias do Sul e Guaíba.

O objetivo é desarticular organização criminosa responsável por roubos e furtos com empregos de explosivos a instituições bancárias, em especial, prender membros do grupo investigados pela tentativa de homicídio contra policiais militares ocorrido em meados de 2017, em Arambaré. Cinco pessoas foram presas, documentos e celulares foram apreendidos.

Segundo o delegado João Paulo Abreu, as investigações tiveram início com o atendimento ao local de crime em setembro de 2017, na região da costa doce, cidade de Arambaré. “O fato ocorreu no dia 05 de setembro por volta das 04h da madrugada, contra o Banco Banrisul, oportunidade em que criminosos, com uso de explosivos, subtraíram valores depositados em terminais de autoatendimento”, relatou Abreu. Pelo menos três veículos foram usados pelos indivíduos na ação e, na fuga, trocaram tiros com equipes da Brigada Militar da região.

Ao longo das investigações foi possível ratificar, por meio de análises de quebras de sigilo de dados informáticos, a efetiva vinculação de parte dos suspeitos, na empreitada criminosa, razão pela qual, representou-se ao Poder Judiciário da Comarca de Camaquã/RS pelo deferimento de medidas cautelares de prisão e de buscas. “A operação recebeu o nome de ‘Asfixia’ fazendo referência à busca incessante da Polícia Civil em desarticular organizações criminosas responsáveis por crimes de roubos e de furtos com emprego de explosivos, por intermédio da ampla responsabilização criminal de seus membros.

Ressalta-se que, em partes, alguns integrantes da organização criminosa ainda estão em liberdade, outros presos ou morreram em confrontos ao logo dos anos de 2018 e 2019”, concluiu o delegado. Sobre os crimes contra as instituições bancárias, envolvendo o emprego de explosivos, destaca-se que no ano de 2019, até a presente data foram 8 (oito) eventos (furtos e roubos) com emprego desse recurso para rompimento de obstáculo. No mesmo período, em 2017, foram 22 (vinte e dois) eventos e em 2018 foram 21 (vinte e um) eventos.

Na manhã desta terça-feira (02) foram cumpridos 17 mandados de busca e apreensão e seis mandados de prisões, temporárias e preventivas, em Caxias do Sul e Guaíba. Na ação, cinco pessoas foram presas, sendo um capturado em Caxias do Sul, outro na cidade de Guaíba e os três indivíduos já estavam recolhidos ao sistema prisional, documentos e celulares apreendidos. “Em Caxias do Sul foi preso preventivamente um homem de 28 anos, com antecedentes por roubo qualificado, receptação, associação criminosa e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. O homem, de 37 anos, capturado em Guaíba, foi preso temporariamente, com antecedentes por adulteração de sinal identificador de veículo automotor e receptação”, concluiu o delegado.

 


Polícia Civil RS




GALERIA







Em breve
Nenhum jogo no momento.