Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS DO SUL

Saúde 30/06/2020 | 11h55

Paciente de 40 anos é o primeiro a receber alta após transfusão de plasma em Caxias do Sul


Paciente de 40 anos é o primeiro a receber alta após transfusão de plasma em Caxias do Sul
Foto: Elidiane Durante/ Divulgação

Desde o dia 15 de junho, Carlos da Silva Borges, 40 anos, estava internado no hospital de campanha localizado junto ao Hospital Virvi Ramos, em Caxias do Sul. Ele foi o quarto paciente a receber a transfusão de plasma convalescente e o segundo a deixar a Unidade de Terapia Intensiva, por conta dos resultados positivos do tratamento.

Após duas semanas de procedimento, nesta segunda-feira (29) ele foi considerado recuperado da Covid-19. Com isso, foi o primeiro paciente a receber o tratamento com plasma na cidade a deixar o hospital.

O médico que acompanha as transfusões no hospital, Roger Weingartner, explica que o fato de algumas pessoas recuperadas terem feito doações de plasma permitiu formar um pequeno estoque. Com isso foi possível agir rápido no caso de Carlos Borges.

Segundo o médico, o tratamento e a evolução do quadro do paciente foram feitos em 15 dias, sendo que Carlos Borges não precisou de ventilação mecânica. Contudo, Weingartner explica que cada caso deve ser analisado antes do uso do tratamento com plasma.

Roger Weingartner salienta que para doação de plasma tem alguns pré-requisitos. O paciente obrigatoriamente tem que ser do sexo masculino, estar recuperado há, no mínimo, quatro semanas e não estar apresentando nenhuma outra doença. Os interessados podem procurar o Hemocentro de Caxias do Sul para passar por uma triagem e, se aptos, podem realizar a doação.

O médico comenta que na UTI adulta do Hospital Virvi Ramos há, atualmente, algumas pessoas com suspeita de Covid-19 e cinco pacientes confirmados. Na unidade hospitalar, sete pacientes já passaram por transfusão de plasma e seis deles seguem internados para observação do quadro clinico.

Carlos Borges saiu esta segunda-feira (29) recebendo aplausos dos servidores hospitalares. A equipe fez um vídeo onde o paciente circulava em uma cadeira de rodas segurando um cartaz com a inscrição “Eu venci a Covid-19”.


Departamento de Jornalismo


CONFIRA O ÁUDIO








Em breve
Nenhum jogo no momento.