Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS DO SUL

Vacinação 04/05/2021 | 10h05

Número de mortes cai, mas secretária diz que controle da pandemia só virá com menor circulação de vírus e ampliação da vacinação


Número de mortes cai, mas secretária diz que controle da pandemia só virá com menor circulação de vírus e ampliação da vacinação
Foto: Divulgação/Internet

No último dia de abril Caxias do Sul chegou a 910 mortes causadas pelo coronavírus, sendo 495 homens e 415 mulheres. O mês que passou apresentou decréscimo no número de casos, de óbitos e de internações, no comparativo com março, o mês mais letal desde o início da pandemia. A média diária em abril foi de 3 mil casos ativos, o que significa que o vírus segue circulando com muita intensidade.

As primeiras 100 mortes causadas pelo coronavírus em Caxias do Sul foram registradas em agosto do ano passado, após quatro meses de pandemia. Em novembro a quantidade de óbitos chegou a 212, passando das 320 em dezembro. No final de janeiro deste ano 401 pessoas tinham perdido a vida pela Covid-19. Somente em março foram 301 mortes. No dia 13 de abril Caxias ultrapassou os 800 óbitos.

Abril de 2021 tem o segundo maior número de vítimas pelo coronavírus, com 156 mortes. Em terceiro aparece dezembro, com 114 casos fatais. A titular da Secretaria Municipal da Saúde, Daniele Meneguzzi, lembra que as UTIs permanecem praticamente lotadas devido às graves complicações dos pacientes, que demandam mais tempo de internação.

O fator positivo citado pela secretária é a redução da fila de espera por um leito de tratamento intensivo – em março chegou a 75 pacientes, hoje tem média de seis pessoas aguardando. Ela cita que o total de mortes em abril pode mudar, pois alguns casos estão em investigação, e fala sobre a expectativa para maio.

Na mesma entrevista à Rádio Caxias, Daniele Meneguzzi ressaltou o início da vacinação contra a Covid para um novo grupo prioritário a partir desta terça-feira (04), as pessoas com comorbidades. Todas as unidades básicas de saúde aplicarão vacinas, exceto a UBS São Vicente, que é referência para síndrome gripal. A estimativa é de 20 mil caxienses que têm uma ou mais doenças sejam imunizados nesta etapa que não contará com drive thru devido à necessidade de verificação da documentação.

Segundo o Painel Covid da Secretaria da Saúde, na segunda-feira (03) eram 2.921 casos ativos e 3.172 pessoas aguardando resultado de testes. Mais de 41,3 mil pessoas são consideradas recuperadas, para um total de 45.209 casos positivos no município. A taxa de ocupação de UTIs na rede privada era de 96% e, no SUS, de 88%. Até segunda foram 88.857 caxienses vacinados com a primeira dose (17,1% da população) e 41.912 com a segunda dose (8,1%).


Departamento de Jornalismo


CONFIRA O ÁUDIO








Em breve
Nenhum jogo no momento.