Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS DO SUL

Covid-19 09/06/2021 | 19h01

Novo decreto traz novas restrições e reduz horário de funcionamento de bares e restaurantes


Novo decreto traz novas restrições e reduz horário de funcionamento de bares e restaurantes
Foto: Pixabay

O decreto n. 21.592, publicado em edição extra do Diário Oficial, nesta quarta-feira (09),  traz medidas que estão alinhadas aos demais municípios que compõe a Serra Gaúcha.  Com isso, a Prefeitura de Caxias do Sul passa a adotar protocolos sanitários mais severos, para a prevenção e combate ao coronavírus. Medidas essas, que passam a vigorar na data da publicação e devem se estender, ao menos, pelos próximos 15 dias.  

A principal medida refere-se ao funcionamento de restaurantes, bares, pubs, lancherias e similares, que podem funcionar entre 5h e 22h. Os procotocolos ainda permitem que o atendimento, a essas pessoas que ingressaram até as 22h, se estenda até 23h59, a fim de evitar aglomerações na saída dos estabelecimentos. 

A secretária Municipal de Governo, Grégora Fortuna dos Passos, explica que tão importante quanto a publicação do decreto é ampliar a conscientização das pessoas quanto ao controle da pandemia.  E que, neste sentido, o Município tem feito o dever de casa, lançando recentemente a campanha "Te cuida Caxias", entre outras ações. 

Além disso, Grégora indica que o prefeito Adiló Didomenico (PSDB) pretende encaminhar, nos próximso dias, ao Comitê Técnico Regional, ligado à Associação dos Municípios da Encosta Superior do Nordeste (Amesne) um pedido de liberação do autoserviço nos restaurantes e da música ao vivo nos estabelecimentos, desde que haja a instalação de acrílicos. Isso porque, o executivo entende que estes segmentos restam prejudicados com as novas medidas restritivas impostas. 

A secretária Municipal de Governo quando questionada se este alerta, emitido pelo Governo do Estado para a região da Serra Gaúcha, refletia a realidade disse que a Secretaria da Saúde  indicou uma crescente da doença, nas últimas semanas, mas que o quadro acabou se estabilizando. 

Em todo caso, a titular da pasta complementou que o lançamento do decreto municipal era inevitável, posto que o Governo do Estado impõe a adoção de medidas mais restritivas, em no máximo 48 horas, nas regiões onde o alerta foi emitido, isso com base nas diretrizes fixadas pelo sistema 3As de distanciamento controlado. 

Por falar nisso, o sistema ainda define que as medidas devem ser aprovadas por 2/3 dos prefeitos de cada região. E no caso da Serra, essa condução fica a cargo da Amesne.

As medidas

- Limitação do uso de parques e praças para corridas e caminhadas, sendo proibida a aglomeração de pessoas e o uso das academias ao ar livre e os parques infantis;

- Os restaurantes, bares, pubs, lancherias e similares terão horário de funcionamento permitido entre 5h e 22h;

- Os procolos permitem que o atendimento a quem ingressou até 22h se estenda até 23h59 para evitar aglomerações na saída dos estabelecimentos;

- O decreto fixa em 25% a ocupação máxima do previsto no Plano de Prevenção e Combate a Incêndios, com limitação a 70 pessoas, e interditando mesas de forma alternada;

- Os protocolos regionais aprovados proíbem música ao vivo em todos os estabelecimentos, em ambientes abertos ou fechados;

- Os encontros corporativos não poderão ter público superior a 100 pessoas e demais eventos só poderão ocorrer com autorização do Comitê Técnico Regional da Serra.


Departamento de Jornalismo






Em breve
Nenhum jogo no momento.