Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS DO SUL

Comunidade 10/07/2019 | 23h30

Moradores lamentam risco de extinção de banca de revistas em São Pelegrino


Moradores lamentam risco de extinção de banca de revistas em São Pelegrino
Foto: Douglas Barreto / Rádio Caxias

O Legislativo caxiense prestou uma homenagem, na tarde desta quarta-feira (10), a Rogério de Mello, proprietário de uma banca de revistas, localizada no bairro São Pelegrino. Na oportunidade, o empresário recebeu o Prêmio Caxias do Sul, em frente ao estabelecimento, na Praça João Pessoa. A solenidade contou com representantes da Câmara de Vereadores, familiares do empresário e comunidade local.

Todos os discursos, durante a honraria, lamentaram o possível fechamento da banca. Em sintonia com os demais, a professora Flávia Casara, 51 anos, moradora do bairro, destaca a representativa trajetória do empresário para a comunidade.

Outra moradora local, a aposentada Ana Maria Bergamaschi, 76 anos, salienta a importância do estabelecimento para o bairro. Ela também lamenta que o consumo de cultura local esteja ameaçado pelo fechamento da banca.

Para o ex-presidente do bairro, Antioco Fortunato Sartor, não há como imaginar uma cidade sem bancas de revista. Ele acrescenta, que o bairro São Pelegrino é o segundo polo universitário da região, o que qualifica a permanência do estabelecimento cultural.

A iniciativa da homenagem foi do vereador Rafael Bueno (PDT). O parlamentar destaca que já encaminhou um projeto de lei para tornar as bancas de revistas da cidade como patrimônio cultural imaterial, a fim de barrar a extinção dos locais.

Apesar do contentamento com a homenagem, o proprietário da banca, Rogério de Mello, está preocupado com a possibilidade de fechamento. Ele ressalta que todas as cidades que valorizam espaços públicos preservam locais culturais, como bancas de revistas.

Estipulado pela Justiça, o prazo para a desocupação da banca se encerra no dia 24 deste mês.


Departamento de Jornalismo




GALERIA



CONFIRA O ÁUDIO








Em breve
Nenhum jogo no momento.