Rádio Caxias

Notícias



ESTADO

Covid-19 01/04/2021 | 09h19

Ministério da Saúde promete vacinas extras para imunização das forças de Segurança


Ministério da Saúde promete vacinas extras para imunização das forças de Segurança
Foto: Prefeitura de Caxias do Sul/Divulgação

Servidores das áreas de segurança pública, salvamento e das forças armadas vão ser priorizados na vacinação contra a Covid-19. A alteração no Plano Nacional de Imunização foi promovida nesta quarta-feira (31) pelo Ministério da Saúde, que emitiu Nota Técnica determinando vacinas extras para o setor. Entretanto, o regulamento determina requisitos para o recebimento antecipado de doses por parte dos profissionais. Devem ser beneficiadas equipes de atendimento e transporte de pacientes, de resgate, envolvidas em ações de vacinação contra a Covid e na vigilância de medidas de distanciamento. Para esta última classificação, a prioridade ainda fica restrita aos trabalhadores em contato constante com o público.

O envio dos imunizantes específicos para policiais, militares, bombeiros e outros, vai ser embasado por estimativas do número do contingente. Estes dados já estariam de posse do Ministério, que promete fazer o repasse com quantitativo adequado ao volume projetado de profissionais. Entretanto, a regulação da cobertura conforme as regras fica sob a responsabilidade das autoridades locais. Diante de um regramento com pontos amplos, é perceptível que a Nota Técnica pode permitir diferentes interpretações sobre o público-alvo.

A antecipação da vacinação de profissionais da área foi comemorada pelo Governo do Rio Grande do Sul. Tanto que o vice-governador e secretário Estadual de Segurança Pública lembra de movimento do Piratini ainda em dezembro do ano passado. Ranolfo Vieira Júnior conta que na ocasião o Executivo gaúcho enviou pedido ao Ministério da Justiça para que houvesse articulação com a Saúde para a priorização dos policiais. Ele relata que a administração já estuda como vai ocorrer a imunização dos servidores.

O Governo do Rio Grande do Sul ainda aguarda a informação de quantas vacinas a mais vão ser encaminhadas pelo Governo Federal. Conforme o vice-governador Ranolfo Vieira Júnior, a partir desta informação é que vai ser definido o planejamento para a imunização dos servidores públicos da Segurança.

O Piratini também solicitou a priorização dos profissionais da Educação. Esta solicitação foi feita recentemente, no início deste mês março.

 


Departamento de Jornalismo


CONFIRA O ÁUDIO








Em breve
Nenhum jogo no momento.