Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS DO SUL

Distanciamento Controlado 30/06/2020 | 09h19

Melhora de dados da Serra permitiu permanência da região na bandeira laranja


Melhora de dados da Serra permitiu permanência da região na bandeira laranja
Foto: Divulgação

O mapa preliminar do Modelo de Distanciamento Controlado do Governo do Estado divulgado na sexta-feira (26) indicava que nove das 20 regiões estariam em bandeira vermelha, incluindo a Serra. Após avaliar os recursos enviados por prefeituras e associações de municípios no final de semana, o governador Eduardo Leite (PSDB) anunciou no final da tarde de segunda-feira (29) a permanência da região de Caxias do Sul na bandeira laranja.

Além da região de Caxias, Erechim e Palmeira das Missões permaneceram com a cor laranja, que consiste no risco médio de contágio. Dessa forma, ficam com a bandeira vermelha (risco alto) as regiões de Passo Fundo, Santo Ângelo, Porto Alegre, Capão da Canoa, Novo Hamburgo e Canoas. Ao todo, o Gabinete de Crise estadual avaliou 67 pedidos de reconsideração dos dados utilizados na oitava rodada do Modelo de Distanciamento Controlado.

Durante transmissão nas redes sociais do Governo do RS, Eduardo Leite ressaltou que houve melhora na variação de hospitalizações na Região de Caxias, de 88 para 76 casos, ou seja, redução de 14%. Além disso, o governador citou outros dados sobre a Serra e ponderou que as decisões do Modelo de Distanciamento são sempre técnicas e avalizadas pelo Gabinete de Crise.

Eduardo Leite pontuou que o objetivo da classificação por bandeiras visa evitar o esgotamento da estrutura hospitalar do Estado. Mesmo ampliando o número de leitos, se o vírus se espalhar muito rápido, não haverá capacidade de atendimento no mesmo ritmo. Por isso, antes de noticiar a reclassificação da Região de Caxias, o governador anunciou novo reforço para a rede pública de saúde, que em março tinha 933 leitos de UTI pelo SUS e, na segunda-feira, 1,6 mil leitos.

Nesta semana, o Governo Federal encaminhou 140 novos respiradores para UTIs, sendo que novos leitos serão criados em julho, antecipando um cronograma previsto para agosto. Segundo Eduardo Leite, a definição de qual o destino dos respiradores ocorrerá ao longo desta semana, com prioridade para hospitais que têm espaço e equipes adequadas.

Também na transmissão on-line o governador citou uma adequação aos protocolos da bandeira vermelha. Atendendo ao pedido de entidades do comércio varejista não essencial, vendas poderão ser feitas de forma virtual e por tele-entrega nas cidades que com a cor vermelha forem classificadas pelo Modelo de Distanciamento.

A vigência da bandeira laranja vale da meia-noite de terça-feira (30) até 23h59 da próxima segunda-feira (06). Na quinta-feira (02) serão coletados os dados dos 11 indicadores para divulgação, na sexta-feira (03), das bandeiras preliminares para todas as 20 regiões do Estado. O mapa e os protocolos de referência para cada bandeira e setor podem ser consultados em distanciamentocontrolado.rs.gov.br.


Departamento de Jornalismo


CONFIRA O ÁUDIO








Em breve
Nenhum jogo no momento.