Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS DO SUL

Greve geral 14/06/2019 | 11h31

Manifestantes trancam rodovias para protestar contra reforma previdenciária


Manifestantes trancam rodovias para protestar contra reforma previdenciária
Foto: Alex Schneider/ Rádio Caxias

Centrais sindicais em todo o País organizam nesta sexta-feira (14) manifestações contra o projeto do Governo Federal de Reforma da Previdência. A mobilização começou antes mesmo do amanhecer em pontos estratégicos de Caxias do Sul. Em frente ao portão principal da Visate, no bairro Esplanada, os sindicalistas permaneceram por cerca de duas horas convocando os trabalhadores. Por volta de 05h30, eles terminaram a manifestação e os ônibus saíram da garagem.

Rodovias que passam por Caxias registraram bloqueios desde a madrugada, com pneus utilizados para trancar a passagem. Todos os pontos foram liberados às 09h. Caso da Rota do Sol no acesso ao Parque Oásis e da ERS-122 em frente à Fras-Le. Nesses pontos, o trânsito ficou a maior parte do tempo sendo liberado aos poucos, com acompanhamento do Grupo Rodoviário de Farroupilha.

Pelo menos três trechos da BR-116, em Caxias, tanto na saída para Ana Rech quanto para Galópolis, registraram bloqueios. Por volta de 07h, a Polícia Rodoviária Federal (PRF) socorreu uma adolescente de 16 anos em trabalho de parto que foi impedida de passar pelo bloqueio realizado nas imediações da antiga Guerra.

A jovem se deslocava do bairro São Ciro para o Hospital Geral (HG), onde conseguiu chegar graças ao auxílio da PRF. Até as 10h30, ela passava bem e seguia no centro obstétrico.

A soldadora Melissa Barpi trocou o ambiente fabril pelas ruas para protestar. Ela ressaltou que a manifestação, embora algumas pessoas tenham discordado, representa uma forma de demonstrar contrariedade à reforma previdenciária.

O construtor civil Alexandre Medeiros saiu cedo de Alvorada, na Grande Porto Alegre, e ficou preso no bloqueio montado na ERS-122. Ele não concordou com o fato dos manifestantes trancarem a rodovia para protestar.

O estudante Carlos Eduardo da Silva, do Instituto Federal (IFRS), compareceu ao ato na ERS-122 em apoio ao movimento sindical. Ele acredita que a reforma previdenciária vai inviabilizar a aposentadoria.

Um tumulto também ocorreu durante os protestos. Em vídeo divulgado nas redes sociais, um motociclista aparece sendo barrado pelos manifestantes ao se aproximar do ponto inicial do bloqueio, realizado na BR-116, na região de Ana Rech. O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos, Assis Melo, é flagrado empurrando o motorista.

A mobilização das centrais sindicatos se concentrou mais tarde na Praça Dante Alighieri. À tarde, estão previstas novas manifestações.


Departamento de Jornalismo




GALERIA



CONFIRA O ÁUDIO








Em breve
Nenhum jogo no momento.