Rádio Caxias

Notícias



ESTADO

Pandemia 21/10/2020 | 12h12

Leite defende que vacina contra coronavírus tem que ter análise técnica e não política


Leite defende que vacina contra coronavírus tem que ter análise técnica e não política
Foto: Reprodução

Após o presidente Jair Bolsonaro anunciar o cancelamento da compra de doses da vacina chinesa Coronavac, o governador Eduardo Leite (PSDB) utilizou as redes sociais nesta quarta-feira (21) para defender que o medicamento, contra a Covid-19, precisa ter análise eminentemente técnica e não política. Bolsonaro havia se manifestado contra a compra da vacina.

Bolsonaro não concordou com a decisão do Ministério da Saúde e, por isso, ordenou o recuo nessa compra. Mais cedo, o presidente respondeu a um apoiador, que pedia para a compra da vacina não ocorrer, uma vez que a “China é uma ditadura”. Bolsonaro foi categórico na réplica: “Não será comprada”.

Na sequência, ele fez uma publicação nas redes sociais, onde reforçou que o povo brasileiro não será cobaia. Disse que o imunizante só será oferecido à população perante certificação técnica do Ministério da Saúde e da Anvisa.

O presidente disse, ainda, que não se justifica um bilionário aporte financeiro num medicamento que sequer ultrapassou sua fase de testagem.

Segundo posicionamento do governador Eduardo Leite, a definição sobre a inclusão de vacinas deve observar aspectos técnicos, como viabilidade, segurança e agilidade para atender a população.

De acordo com o ministro Eduardo Pazuello, foi assinado um protocolo de intenções para adquirir 46 milhões de doses da vacina Coronavac, que está sendo produzida pelo Instituto Butantan e pelo laboratório chinês Sinovac.

O presidente Bolsonaro determinou nesta quarta-feira o cancelamento da compra de 46 milhões de doses da vacina chinesa, cujo acordo havia sido anunciado pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.


Departamento de Jornalismo


CONFIRA O ÁUDIO








Em breve
Nenhum jogo no momento.