Rádio Caxias

Notícias



JUVENTUDE

3x3 22/08/2020 | 18h30

Juventude sai atrás, consegue a virada, mas acaba empatando com o Náutico


Juventude sai atrás, consegue a virada, mas acaba empatando com o Náutico
Foto: Caio Falcão / CNC

Em um jogo de seis gols, em Recife, o Juventude ficou no 3 a 3 com o Náutico pela Série B do Brasileirão. O alviverde tomou um susto no começo do jogo, com o adversário abrindo 2 a 0. Porém, o empate veio ainda no primeiro tempo, com Rafael Silva e Dalberto. Na segunda etapa, o Juventude virou o jogo com mais um gol de Dalberto, mas, Jean Carlos, de pênalti, decretou a igualdade no marcador. 

O primeiro tempo foi muito movimentado, com quatro gols e reação do Juventude. O Náutico abriu o placar logo aos nove minutos. Simões cruzou pela esquerda, Salatiel cabeceou, Luis Carlos chegou a defender, mas deu rebote e, na sobra, Erick escorou para abrir o placar: 1x0. Aos 14, mais um gol do Náutico. Jean Carlos recebeu cruzamento livre dentro da área, pelo lado direito, e chutou rasteiro, sem chances de defesa para Luis Carlos: 2x0. A reação alviverde começou no minuto seguinte. Aos 15, mostrando presença de área e contando com ajuda do goleiro, Rafael Silva escorou cruzamento de Igor e marcou o primeiro do papo: 2x1. O empate veio aos 40. Rafael Ribeiro saiu jogando errado e deu a bola nos pés de Dalberto. O atacante dominou, olhou pro goleiro e resolveu arriscar. A bola pegou velocidade e foi parar no ângulo de Marcão: 2x2. Aos 48, Gabriel Terra arriscou de longe e exigiu boa defesa do goleiro, quase virando o jogo para o verdão. 

No segundo tempo, o Juventude conseguiu a virada aos cinco minutos. O Tanque Dalberto aproveitou mais um belo cruzamento de Igor e, na pequena área sem marcação, mandou para o fundo do gol do Náutico: 2x3. Aos 11 minutos, Jorge Henrique aproveitou cruzamento, mandou pro gol e exigiu uma grande defesa de Luis Carlos. Aos 13, o zagueiro Camutanga deu um soco nas costas de Dalberto e recebeu cartão vermelho direto. Com um jogador a mais e na frente no placar, tudo se encaminhava para uma vitória do Juventude. Porém, aos 26, Gabriel Novaes, que tinha recém entrado na partida, empurrou Simões dentro da área e o árbitro assinalou o pênalti. Na cobrança, Jean Carlos deslocou Luis Carlos empatando o jogo: 3x3. O jogo ganhou emoção nos minutos finais. As equipes tentavam a vitória e a partida ficou totalmente aberta, com chegadas das duas equipes. O Juventude, com vantagem numérica, assustou mais e ainda reclamou de um pênalti não marcado encima de Dalberto. 

Com o empate, o Juventude fica na sexta colocação na tabela, com oito pontos, mas pode perder até duas posições ao fim da rodada. O próximo compromisso do alviverde é pela Copa do Brasil. Na quarta-feira (26), o Juventude visita o América-RN, na Arena das Dunas, pelo jogo da volta da terceira fase da competição, O primeiro confronto terminou empatado em 1 a 1. 


Departamento de Esportes






Em breve
Nenhum jogo no momento.