Rádio Caxias

Notícias



JUVENTUDE

Sem piedade 09/09/2019 | 21h54

Juventude goleia Imperatriz e está na Série B 2020


Juventude goleia Imperatriz e está na Série B 2020
Foto: Arthur Dallegrave / EC Juventude

Com 18413 torcedores no Jaconi e um primeiro tempo perfeito, o Juventude liquidou o confronto diante do Imperatriz em menos de vinte minutos e complementou o placar no segundo tempo. Efetivo no ataque, o alviverde começou avassalador e fez 3 a 0. Na segunda etapa, o Ju fechou o placar, aplicando uma goleada de 4x0 no Imperatriz. Renato Cajá foi o craque do jogo, com três gols. Carlos Henrique também anotou o dele. Com a vitória o Juventude está classificado para a Série B 2020 e está na semifinal da Série C. O próximo adversário será o Náutico. O primeiro jogo acontece no Jaconi e o jogo da volta em Recife.

O jogo

Logo aos três minutos, Renato Cajá cobrou falta venenosa, a bola passou por todo mundo e foi morrer no fundo da rede do goleiro Jean: 1x0. Aos 16, um golaço do maestro da equipe. Cajá avançou com liberdade pelo meio-campo e chutou de longe. A bola pegou velocidade e fez uma curva, entrando no canto baixo do gol do Imperatriz: 2x0. Aos 18, Carlos Henrique deixou o dele. O Tanque Dalberto invadiu a área e rolou uma bola açucarada para Carlos Henrique, que só teve o trabalho de escorar para dentro do gol: 3x0. Após abrir excelente vantagem, o Juventude se segurou na defesa e Marcelo Carné fez um milagre após arremate de Manoel Cristiano. Aos 28, o centroavante Carlos Henrique precisou deixar o gramado para a entrada de Bruno Alves. O autor do terceiro gol do Juventude sentiu uma lesão no joelho. Aos 46, Lucas Campos desperdiçou mais uma oportunidade para o Imperatriz.

No segundo tempo, logo aos 15 minutos, o Juventude fez o quarto. Tabela entre John Lennon, Bruno Alves e Cajá terminou da melhor maneira possível. John Lennon encontrou Bruno Alves dentro da área, o atacante chutou e o goleiro Jean deu rebote. Centralizado dentro da área, como um centroavante, com fome gol, estava Renato Cajá que pegou o rebote e partiu para o abraço: 4x0.

Ovacionado pelos mais de 18 mil torcedores, Renato Cajá foi substituído por Rafael Bastos. Depois, Dalberto saiu para a entrada de Breno, também muito aplaudido.  

No restante do segundo tempo, o Juventude ainda teve chances de ampliar a goleada, mas o ritmo já era de treino no Jaconi.

Após o apito final, muita festa no Jaconi. O Juventude está de volta à Série B.

 


Departamento de Esportes






Em breve
Nenhum jogo no momento.