Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS DO SUL

Levantamento 26/12/2020 | 12h16

Índice Geral de Preços e cesta básica caxiense registram novas altas em novembro


Índice Geral de Preços e cesta básica caxiense registram novas altas em novembro
Foto: Divulgação

O Instituto de Pesquisas Econômicas e Sociais (Ipes) da Universidade de Caxias do Sul (UCS) divulgou na última terça-feira (22) os dados do Índice de Preços ao Consumidor (IPC) e da cesta básica caxiese. O IPC apontou alta de 0,49%, enquanto a cesta encareceu 1,88% em relação a outubro, passando de R$ 956,13 para R$ 974,06.

A cesta básica do Município é composta por 47 produtos. A alta de preços foi verificada em 23 deles, enquanto a redução de valores foi registrada em 22. Dois itens mantiveram a cotação inalterada.

A elevação verificada em novembro se deve à alta nos preços dos produtos de alimentação. O mantimento que mais teve aumento foi a massa com ovos, que ficou 12,31% mais cara. Ajudaram ainda a elevar o preço da cesta básica caxiense óleo de soja, leite condensado, feijão preto e tomate.

Segundo o economista Mosár Leandro Ness, que integra a equipe de pesquisadores do Ipes-UCS, o aumento da maioria dos itens da cesta básica tem relação direta com as exportações. Ness salienta ainda que o arroz e o feijão são campeões de alta nos preços, e frisa que a projeção para 2021 é uma inflação entre 4% e 5%. Ele ressalta que, apesar do cenário conturbado, o período é de instabilidade nos preços.

Para a construção do indicador que mede o IPC, os produtos são agregados em sete grupos e categorias que acabam tendo um índice específico. Em novembro, quatro desses grupos contribuíram para subida do indicador, com destaque para Transportes, com peso de 0,41% para o indicador, e alimentação, com 0,18%.

 


Departamento de Jornalismo


CONFIRA O ÁUDIO








Em breve
Nenhum jogo no momento.