Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS DO SUL

Investigação 19/08/2019 | 13h07

IGP identifica vítima que morreu queimada em homicídio na Rua Vinte de Setembro


IGP identifica vítima que morreu queimada em homicídio na Rua Vinte de Setembro
Foto: Edgar Vaz/Rádio Caxias

Por meio do exame de confronto de DNA, o Posto do Instituto Geral de Perícias (IGP) identificou como sendo de Israel Pinto de Souza, 58 anos, o cadáver localizado entre os escombros de uma casa que foi alvo de um ataque criminoso. O fato aconteceu na noite de 05 de abril deste ano, por volta de 21h30, na Rua Vinte de Setembro.

Souza era usuário de drogas, e chegou a ser expulso do próprio apartamento onde residia em ação de traficantes. Após esse fato, a vítima passou a pernoitar na casa que foi incendiada.

O processo de identificação teve início a partir das investigações realizadas pelos agentes da Delegacia de Polícia de Homicídios de Polícia e Proteção à Pessoa (DPHPP), que chegou ao nome de Israel. Um filho dele foi cientificado da possibilidade e cedeu material para análise, através do DNA.

A confirmação ocorreu agora, por meio de laudo expedido pelo IGP. Souza possuía antecedentes policiais como suspeito de porte ilegal de arma, ameaças e perturbação da tranquilidade, e na última passagem foi indiciado por tráfico de drogas, em 2018.

Em relação ao crime, a investigação revelou que ao menos quatro indivíduos com armas longas e tripulando um veículo não identificado, de cor vermelha, chegaram na residência de nº 807 da Rua Vinte de Setembro, próximo da esquina com a Rua Treze de Maio, na divisa entre o Centro e o bairro de Lourdes. Eles realizaram disparos de arma de fogo e atearam fogo no local, deixando a vítima fatal.

De acordo com o relato de vizinhos, o local era usado há muito tempo para reunião de usuários de drogas. Um estrondo foi ouvido, e a casa nos fundos da área foi totalmente consumida pelo fogo, e desabou. Mesmo com a ação rápida do Corpo de Bombeiros, não sobrou nada além de madeiras, móveis e utensílios queimados e ferros retorcidos.

Num primeiro momento, não foi confirmada a existência de vítimas. Por volta das 23h45, quando foi feita uma incursão investigativa nos fundos do terreno, os bombeiros acabaram encontrando, entre os escombros, um corpo carbonizado. Um outro homem que não foi identificado, mas que supostamente fazia a guarda da casa no portão, foi ferido em uma das mãos, e levado para atendimento hospitalar.


Departamento de Jornalismo


CONFIRA O ÁUDIO








Em breve
Nenhum jogo no momento.