Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS DO SUL

Polícia 21/10/2020 | 20h09

Homem é condenado a mais de 36 anos por matar a companheira grávida e a avó dela em Caxias


Homem é condenado a mais de 36 anos por matar a companheira grávida e a avó dela em Caxias
Foto: Marcelo Oliveira/ Rádio Caxias

O Tribunal do Júri de Caxias do Sul definiu nesta quarta-feira (21) a sentença de Rafael Souza dos Santos, 26 anos. Ele foi condenado a 36 anos e 20 dias de prisão por matar a companheira, grávida, e a avó dela, além de tentar matar a filha da vítima, uma menina de quatro anos. O caso ocorreu no fim de março de 2019. Santos, que está recluso no sistema prisional desde que confessou a autoria dos crimes, foi indiciado por duplo feminicídio, tentativa de homicídio contra a menina e porte ilegal de arma.

Entenda o caso:

Tailine Correa, 22 anos, grávida de cinco meses, foi assassinada a facadas e a tiros pelo companheiro. O caso ocorreu na madrugada do dia 30.

A avó de Tailine, Ana da Silva Correa, 83, e a filha, de quatro anos, ficaram feridas pelos disparos. Porém, Ana morreu 30 dias depois, enquanto que a criança sobreviveu.

O crime ocorreu dentro da residência do casal, na rua Rachel Cousseau, no bairro Mariani, próximo da escola Paulo Freire.

Conforme a Brigada Militar, PMs foram acionados por volta de 03h para atender a ocorrência, após populares terem escutado barulho de tiros.

Ao chegarem ao local do crime, os policiais foram informados pela irmã do autor sobre a localização dos envolvidos. Eles encontraram na sala da casa o corpo de Tailine.

No quarto do casal, o autor estava sentado em uma caixa de brinquedos. Ao ser preso, ele apontou a localização de cocaína no cômodo.

A arma utilizada pelo assassino foi localizada em uma área de mata próxima. Trata-se de um revólver .38, que teria sido retirado da posse do autor pela irmã.

Tailine foi atingida por aproximadamente seis tiros e diversos golpes de faca, de 16 centímetros de lâmina, achada suja de sangue embaixo da cama do quarto do casal.

Ao todo, os policiais apreenderam porções de cocaína e uma pedra de crack na moradia.

Santos tem antecedentes por tentativa de homicídio, tráfico de drogas, embriaguez ao volante e porte ilegal de arma.


Departamento de Jornalismo






Em breve
Nenhum jogo no momento.