Rádio Caxias

Notícias



ESTADO

Gestão 25/01/2022 | 14h04

Governador destaca início do pagamento do reajuste salarial para o magistério


CONFIRA O ÁUDIO


Governador destaca início do pagamento do reajuste salarial para o magistério
Foto: Facebook Governo do Estado/ Reprodução


POR FABIANO PROVIN | DEPARTAMENTO DE JORNALISMO

Em entrevista exclusiva ao programa Persona da Rádio Caxias na manhã de segunda-feira (24), o governador gaúcho, Eduardo Leite (PSDB), comentou sobre os fatores que foram encaminhados para um novo processo de desenvolvimento do Rio Grande do Sul. Pontuou, por exemplo, que as reformas da previdência e de carreiras reduziram a folha de pagamento em R$ 700 milhões em 2020, em R$ 1 bilhão em 2021 e a previsão é de chegar a R$ 1,3 bilhão em 2022.

Atualmente, a folha representa 60% da receita corrente líquida do Palácio Piratini. Chegou a ser de 85%. Com a redução do deficit previdenciário e dos impostos, aliada a política de incentivos, houve como consequência a redução nas taxas de desemprego, exemplificou o chefe do Executivo estadual. Leite comentou sobre a diminuição de 18% para 12% do diferencial de alíquotas para quem compra fora do Estado; e de 30% para 25%, este ano, dos tributos incidentes em combustíveis, energia e telecomunicações.

Por esses e outros fatores, o governador observou que foi possível abrir espaços para investimentos, tanto que o plano anunciado em dezembro prevê aporte de R$ 5 bilhões em diversas áreas. Há ainda a questão dos investimentos privados, como o plano de concessões rodoviárias. O edital está aberto com previsão de leilão em março e assinatura dos contratos das estradas da Serra no final do primeiro semestre.

Eduardo Leite pontuou sobre a previsão de ter superavit em 2022 de R$ 3 bilhões, dependendo do desempenho da economia, apesar de estarmos em ano eleitoral e existirem algumas incertezas. O governador comentou também sobre o início do pagamento de até 32% de reajuste para os professores, mesmo com o fato de que existem 110 mil docentes aposentados e pensionistas e 60 mil em sala de aula.

Crítico da reeleição, Leite avaliou que a medida é um problema na estrutura política brasileira, pois muitas coisas são feitas de forma errada e outras deixam de ser feitas em ano eleitoral, por isso não concorreu à reeleição como prefeito de Pelotas e agora ao Palácio Piratini. O governador considerou que tal medida favoreceu a ampliação do debate com a Assembleia e a implantação de medidas que favoreceram o desenvolvimento de reformas que deixaram o Estado num novo momento administrativo, financeiro e político.







Em breve
Nenhum jogo no momento.