Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS DO SUL

Educação 20/01/2021 | 16h58

Estudantes barrados no Enem por lotação nos locais de prova buscam garantia de nova data para o teste


Estudantes barrados no Enem por lotação nos locais de prova buscam garantia de nova data para o teste
Foto: Divulgação/ Internet

A desorganização do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2021 afetou candidatos em, pelo menos, três locais de prova em Caxias do Sul no último domingo (17). A Rádio Caxias recebeu relatos de estudantes foram impedidos de realizar o exame por lotação máxima das salas para as quais estavam lotados. Estes problemas teriam ocorrido na Universidade de Caxias do Sul (UCS), no Centro Universitário da Serra Gaúcha (FSG) e na Faculdade Anhanguera. Segundo informações, o problema teria sido registrado em outros locais do Rio Grande do Sul e do País. No entanto, os inscritos que foram barrados mostram preocupação pela falta de orientações completas ou suporte da organização.

Conforme depoimentos, todos muito semelhantes, as pessoas que não puderam fazer a prova tiveram os nomes e os CPFs anotados em folhas pelos fiscais. A orientação deixada é para que participantes entrem em contato com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). Entretanto, estudantes relatam dificuldade para atendimento pelos canais do Instituto e também do Ministério da Educação (MEC).

Uma das prejudicadas pelo problema na UCS foi Fernanda Mendes Trindade, que lembra ter chegado com antecedência, tendo sido avisada ainda na fila que faltavam vagas na sala de prova. Ela conta que foi transferida para um local onde aguardou por novidades com outros alunos, sendo avisada posteriormente da impossibilidade da realização do exame. A indicação repassada foi justamente o contato com o Inep. Fernanda expõe a indignação com o que considera uma injustiça.

Gustavo Pedroso Gomes estava cadastrado para a prova na FSG, mas também foi impedido de fazer a prova pela lotação do local. O estudante comenta que teve os dados anotados em uma folha de caderno e que indicaram que ele buscasse informações junto ao Inep. Pontua que conseguiu ser atendido, mas somente para que lhe apontassem protocolo de reclamação no site do Ministério da Educação, que teria apresentado falha. O jovem mostra apreensão pela falta de garantias de uma nova data para a realização do Enem.

Catarina Omizzolo também deveria ter feito a prova na FSG e conta que durante o aguardo, já às 13h30 de domingo, as provas começaram a ser levadas até as salas. Segundo ela, após questionamentos, a coordenação dos fiscais anunciou que faltavam lugares para a realização do exame por quem havia ficado de fora pela lotação. A jovem lembra que foi repassada informação de que o Inep tinha solicitado redução de 50% da ocupação dos espaços durante a madrugada que antecedeu o Enem. Catarina lamenta que não haja a confirmação de que o exame poderá ser feito em outra oportunidade, relatando o desespero de alguns estudantes que foram barrados.

Segundo informações já divulgadas pelo Inep, os estudantes que foram barrados na primeira data devem comparecer ao segundo dia do Enem. Ainda assim, a promessa é de que o pedido por reaplicação da prova poderá ser feito a partir do dia 25, com prazo que se encerra em 29 de janeiro, na Página do Participante. O Inep vai analisar individualmente cada solicitação e o resultado também vai ser divulgado no portal.


Departamento de Jornalismo


CONFIRA O ÁUDIO








Em breve
Nenhum jogo no momento.