Rádio Caxias

Notícias



NOVIDADES

Meio Ambiente 14/06/2021 | 12h01

Empresa União Pinto auxilia Caxias e região na reciclagem de alumínio


Empresa União Pinto auxilia Caxias e região na reciclagem de alumínio

 

O metal é um produto muito utilizado em nosso dia a dia. Podemos encontrá-lo em embalagens, panelas, talheres, latas e diversos outros itens. Eles são elementos de grande durabilidade, e caso sejam descartados na natureza, o tempo de decomposição do produto pode chegar até 500 anos.

A empresa União Pinto de Caxias do Sul, realiza a reciclagem desses metais, levando-os novamente para a cadeia produtiva, o que é de fundamental importância, pois quando o metal é reciclado, esse material de difícil decomposição deixa de ir para os aterros sanitários ou para a natureza. Em 2017, uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira dos Fabricantes de Latas de Alumínio (Abralatas), pelo Can Manufacturers Institute (CMI/EUA) e pela Beverage Can Makers Europe (BCME/Europa), mostrou que o Brasil é o país que mais contribui com a reciclagem de alumínio no mundo todo.

No geral, os metais podem ser classificados em dois tipos: ferrosos e não ferrosos. Os do primeiro tipo são combinações de ferro com carbono. Alguns exemplos incluem aço carbono, aço-liga, ferro forjado e ferro fundido. Do lado dos metais não ferrosos encontram-se alumínio, cobre, chumbo, zinco e lata.

Gerson de Souza Pinto, administrador e sócio da empresa União Pinto, explica o processo de reciclagem desses materiais: "Nossa empresa atua na área de reciclagem de metais não ferrosos, com a compra e venda de sucatas de latão, cobre, bronze, inox, etc. A principal atividade é a produção de ligas de alumínio, a gente compra essa sucata de alumínio e transforma ela em lingotes. Passa por um processo de fusão, onde a gente faz esses lingotes que são destinados para produção de peças. Podem ser injetadas ou coquilhadas."

A empresa União Pinto gera 120 toneladas por mês de produção de lingotes, operando em sua capacidade máxima e aproveitando 100% do material. Gerson ressalta a importância desse reaproveitamento também para a economia de energia elétrica. "A bauxita é um minério que origina o alumínio primário. Tem estudos que mostram que a cada 1 kg de alumínio reciclado, se economiza 4 kg em relação a extração do minério" destaca.

Tudo isso porque a cada tonelada de alumínio produzida no Brasil, a indústria consome 14,9 megawatt/ hora (MWh) de energia elétrica. É tanta energia usada para transformar bauxita e alumina em alumínio, que a indústria lidera o ranking dos maiores consumidores industriais do País de energia elétrica. Dos 444.583 MWh gerados em 2008, a indústria de alumínio absorveu 24.355 MWh, ou seja, 5,5% da produção nacional de energia elétrica. Realizando a reciclagem desse metal, toda essa energia é poupada.

A União Pinto atua há mais de 40 anos reaproveitando sucatas para produzir diversos tipos de liga de alumínio, e conta com um laboratório próprio para análise de metais, prestando este serviço para clientes e terceiros. Para mais informações sobre o assunto, venda ou compra de matéria-prima, acesse www.uniaopinto.com, ou entre em contato pelo WhatsApp (54) 3226-1623.


Departamento de Jornalismo




GALERIA



CONFIRA O ÁUDIO








Em breve
Nenhum jogo no momento.