Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS DO SUL

Investigação 30/09/2021 | 17h19

Deputados pretendem votar relatório final da CPI dos Medicamentos na próxima segunda-feira


Deputados pretendem votar relatório final da CPI dos Medicamentos na próxima segunda-feira
Foto: Galileu Oldenburg AL-RS

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Medicamentos da Assembleia Legislativa, formada para investigar os aumentos considerados fora do padrão dos preços de remédios e insumos utilizados no tratamento dos pacientes da Covid-19 no Rio Grande do Sul, finalizou o trabalho de apuração. O grupo criado no fim de março ouviu representantes do setor público e privado e da indústria farmacêutica para elaborar o relatório final que deve ser votado pela CPI na próxima segunda-feira (04).

A Comissão é presidida por Thiago Duarte (DEM) e tem como vice o deputado Clair Kuhn (MDB). Na primeira semana de agosto os parlamentares estiveram na Serra e em hospitais de Caxias do Sul – Pompéia e Geral (HG). A CPI tem poderes de investigação próprios das autoridades judiciais e apontará eventuais irregularidades, crimes e fazer o indiciamento de responsáveis.

Na última segunda-feira (27), o relatório preliminar da CPI foi entregue ao procurador-geral de Justiça do Ministério Público (MP-RS), Marcelo Lemos Dornelles. O deputado Clair Kuhn comenta, em entrevista à Rádio Caxias, que foram quatro meses de trabalho para averiguação dentro dos hospitais, por meio de conversas com médicos e administradores. Também foram ouvidos fabricantes e distribuidoras.

O parlamentar salienta que e-mails e conversas de WhatsApp com fornecedores continham propostas com até 10.000% de variação nos preços, sendo percebido na prática vantagens de até 8.000%. Clair Kuhn explica que mais de 550 mil notas fiscais foram avaliadas, referentes à comercialização de insumos e produtos da saúde.

No dia 16 de setembro integrantes da CPI entregaram o documento preliminar ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga; ao Ministério da Economia; e a Romilson de Almeida Volotão, secretário-executivo da Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A votação na Comissão, na próxima segunda-feira, ocorrerá às 14h30.


Departamento de Jornalismo


CONFIRA O ÁUDIO








Em breve
Nenhum jogo no momento.