Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS DO SUL

Doença 18/05/2020 | 15h56

Conselho de Saúde cobra reforço de estrutura e pessoal para combater a dengue


Conselho de Saúde cobra reforço de estrutura e pessoal para combater a dengue
Foto: Divulgação/ Internet

O Conselho Municipal de Saúde (CMS) expõe preocupação após a confirmação do primeiro caso local de dengue em Caxias do Sul. A entidade questiona a capacidade de combate à proliferação do Aedes aegypti, diante do número defasado de profissionais na Vigilância Ambiental. Além do quadro insuficiente, o Conselho cobra uma melhor estrutura para o serviço. Conforme a presidência do CMS, na gestão de Daniel Guerra (Republicanos) foram desfeitos os contratos com transportadoras terceirizadas e locações de carros aos servidores. As dificuldades de locomoção da equipe fazem com que a Vigilância consiga realizar um número reduzido de averiguações.

Cada residência caxiense teria de receber a visita de um fiscal a cada dois meses, totalizando seis vistorias anualmente. Entretanto, a média estaria em uma fiscalização por ano.

O presidente do Conselho Municipal de Saúde afirma que a falta de concursos para a composição do quadro de servidores faz com que a cidade conte com 40 fiscais. Alexandre Silva salienta que este é um número pequeno diante do tamanho da cidade e reforça a preocupação diante do surgimento do primeiro caso de dengue em Caxias. Comenta que há a projeção de um agravamento da situação por boa parte da população estar se mantendo em casa./ Prevê que isto deve causar um aumento de notificações de suspeitas e que a verificação de toda a demanda vai ser difícil.
     
Conforme Alexandre Silva, uma parcela grande de servidores da Vigilância Ambiental se encaixa nos públicos de risco do Covid-19. Estes foram retirados do serviço, causando ainda mais dificuldade ao trabalho. Assim, nesta semana o CMS deve encaminhar um ofício para a Prefeitura com cobrança de medidas sobre a questão. O Conselho Municipal de Saúde enfatiza que os cidadãos têm de fazer a própria parte para impedir a proliferação do mosquito da dengue, zika vírus e chikungunya.


Departamento de Jornalismo


CONFIRA O ÁUDIO








Em breve
Nenhum jogo no momento.