Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS DO SUL

Fila 22/10/2021 | 13h55

Comissão e Conselho de Saúde criticam postura de vereadores que pediram revogação da exigência do uso de máscara


Comissão e Conselho de Saúde criticam postura de vereadores que pediram revogação da exigência do uso de máscara
Foto: Pixabay

Caxias do Sul tem filas pela ocupação de leitos clínicos no Sistema Único de Saúde (SUS) e a busca por atendimento em instalações do sistema está alta. Este quadro é relatado tanto pelo Conselho Municipal quanto pela Comissão de Saúde da Câmara Municipal. Aliás, as presidências das entidades concordam na contrariedade a possibilidade de extinção da exigência do uso máscaras em espaços abertos.

Na última segunda-feira (19), sete vereadores encaminharam indicação pela revogação da regra à Prefeitura de Caxias do Sul. Entre os autores estão as duas lideranças da gestão Adiló no Legislativo, os vereadores Olmir Cadore (PSDB) e Adriano Bressan (PTB). Ambos ainda integram a Comissão de Saúde. O requerimento ainda conta com as assinaturas do não vacinado Sandro Fantinel (Patriota), bem como de Maurício Marcon (sem partido), de Maurício Scalco (Novo), de Alexandre Bortoluz (PP), de Adriano Bressan (PTB) e de Ricardo Daneluz (PDT).

O presidente do Conselho Municipal de Saúde (CMS) atenta que o momento é crítico. Alexandre Silva conta que jamais viu qualquer um dos parlamentares citados em agenda de fiscalização dos postos de saúde de Caxias. Assim, avalia que os legisladores estão se portando como moleques. Ele lamenta que enquanto alguns defendem medidas de segurança junto à população, hajam lideranças políticas de Caxias atuando contra a Saúde. Silva pondera que os vereadores estão brincando com a população do Município.

O Conselho de Saúde do Município manifesta preocupação sobre a ocupação de leitos e com as filas por atendimento na rede de Caxias.Ante ao quadro, a entidade ficou de discutir atitudes a serem tomadas contra o intento dos vereadores. Até mesmo a provocação ao Ministério Público (MP-RS) chegou a ser aventada pelo titular do Conselho, Alexandre Silva.

Já o vereador Rafael Bueno (PDT), presidente da Comissão de Saúde da Câmara, considera que a pandemia parece estar no caminho de ser superada. Entretanto, o pedetista sustenta a necessidade de seriedade, destacando que a crise sanitária não pode ser tratada de maneira circense ou carnavalesca. Portanto, o parlamentar considera constrangedora a atitude do líder de Governo, Olmir Cadore, e do vice-líder, Adriano Bressan.Ele ainda questiona se a administração está alinhada aos próprios representantes no Legislativo.

Bueno conta que Cadore e Bressan costumam peregrinar entre gabinetes pedindo para que não sejam protocoladas indicações ou pedidos de informações.Diante do encaminhamento do requerimento assinado também pelos dois, o vereador expõe estranheza. Rafael Bueno pergunta qual é a opinião de Adiló Didomenico (PSDB). Para ele, a relação da gestão com o encaminhamento de indicação, que avalia como tosca, é um forte erro causado pelas lideranças governistas.

Para a Rádio Caxias, o prefeito Adiló Didomenico afirmou que a obrigatoriedade do uso de máscara ainda deve perdurar por mais algum tempo. Segundo a administração, a cidade precisa de orientação do Ministério e do Comitê Estadual de Saúde.Ademais, a flexibilização em questão teria de ocorrer de forma alinhada com a Associação dos Municípios da Encosta Superior Nordeste (Amesne). De toda a forma, Adiló afirma que a revogação da exigência pode ocorrer em no máximo três semanas, a depender do avanço da vacinação.


Departamento de Jornalismo


CONFIRA O ÁUDIO








Em breve
Nenhum jogo no momento.