Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS DO SUL

Finanças 06/12/2021 | 18h16

Codeca pretende utilizar R$ 2 milhões em programa de demissões consensuais


CONFIRA O ÁUDIO


Codeca pretende utilizar R$ 2 milhões em programa de demissões consensuais
Foto: Reprodução/ Codeca


Departamento de Jornalismo

Série de ações deve promovida pela Companhia de Desenvolvimento de Caxias do Sul (Codeca) a partir do aporte de R$ 4,5 milhões da Prefeitura. Parte da  verba vai ser destinada a operacionalização de plano para demissões consensuais de colaboradores da empresa. A expectativa é de que R$ 2 milhões sejam utilizados para o pagamento de indenizações. Caso o programa tenha a abrangência esperada, a Codeca poderia economizar R$ 300 mil por mês. De acordo com a Companhia, os funcionários devem manifestar o interesse pela saída pelo regime de demissões, que cai conceder 80% do fundo de garantia e 20% do aviso prévio. Aliás, existe uma série de requisitos para a priorização na aplicação do sistema ao desligamento de empregados. O foco é para aqueles com Função Gratificada (FG) incorporada, lotados em setores com excesso de quadro. Entre os diversos departamentos da empresa de economia mista, aquele visto como o ideal para a "liberação" de espaço na folha é o setor de Pavimentação e Obras.

O dinheiro ainda deve ser aplicado na compra de 300 contêineres para reposição de unidades avariadas. Outros investimentos vão ser a adequação de Plano de Prevenção Contra Incêndios (PPCI) e a compra de uma minicarregadeira. Todas as informações foram repassadas em coletiva de imprensa ocorrida na tarde desta sexta-feira (03) no Salão Nobre do Centro Administrativo Municipal.

Na ocasião, a diretora-presidente da Codeca, Helen Machado, frisou que o investimento atual do Município não resolve os problemas financeiros enfrentados. Ela explicou que o valor vem com o propósito de dar tempo de impacto às ações já tomadas pela recuperação do equilíbrio da Companhia. Helen destacou que o montante vem para o reinvestimento na atividade e para redução da estrutura.                                                 

Já o prefeito Adiló Didomenico (PSDB) reforçou que a Codeca é estratégica a Caxias. Contudo, pontuou que a Companhia não pode seguir gerando prejuízo, acrescentando que no setor privado, a empresa já estaria falida. Adiló sustenta que o Executivo deve investir somente quando a aplicação tenha viabilidade.

Conforme Helen Machado, a Companhia de Desenvolvimento agora trata de possíveis financiamentos junto a instituições financeiras. A intenção é garantir a capacidade para o pagamento do 13º salário das equipes e equilíbrio do capital de giro da empresa.







Em breve
Nenhum jogo no momento.