Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS DO SUL

Bandeira cor vinho 01/08/2020 | 14h11

CIC diz que bandeira intermediária ajuda a conter o pânico dos empresários mais afetados pela crise


CIC diz que bandeira intermediária ajuda a conter o pânico dos empresários mais afetados pela crise
Foto: Divulgação/CIC

As tratativas para a determinação da bandeira intermediária por Caxias do Sul e pela Região foram acompanhadas pela Câmara de Indústria, Comércio e Serviços (CIC) de Caxias do Sul. A entidade esteve junto da Prefeitura na reunião da Associação dos Municípios da Encosta Superior Nordeste (Amesne) na qual foi definida a flexibilização. Flexibilizações no Modelo de Distanciamento Controlado vêm sendo cobradas pela representação há algum tempo.

Em conversas anteriores com o governador Eduardo Leite (PSDB), este já havia mencionado a alternativa de um regimento de restrições específico de cada Região. Já haviam sugestões e análises sobre uma maior participação municipal no sistema. Por conta disso é que a CIC acredita que o movimento da Serra seja aprovado pelo Estado, mesmo que não tenha passado por aval do Piratini.

A representatividade celebra a definição do protocolo, prevendo que o mesmo vai permitir que uma série de negócios sobrevivam durante a pandemia. O entendimento dos empresários é de que as atividades precisam seguir, mesmo que parcialmente. A demanda acaba sendo atendida pelo decreto municipal publicado nesta sexta.

O presidente da CIC Caxias expõe o contentamento com a diminuição de restrição e garante que os empreendimentos beneficiados vão cumprir com as normas de segurança. Ivanir Gasparin defende que os prefeitos da macrorregião estão comprometidos com a saúde, salientando que é esta a situação na cidade.

Ele afirma que o estado de alerta é compartilhado pela entidade empresarial, mas reforça que as empresas precisam seguir em atuação, e aponta que é preciso seguir atento aos planejamentos e às posturas preventivas. Gasparin também enfatiza que deve-se evitar o pânico, que para ele, é causado pela Covid-19 e pela situação econômica.

Ivanir Gasparin considera que a bandeira intermediária pode ser revista conforme o avanço da pandemia no Município. Todavia o empresário destaca que diversos setores estão fragilizados após um longo período de impacto do coronavírus.

O entendimento é de que a situação se agravou ainda mais pela má condução da situação logo que a Covid-19 chegou ao País e ao Estado. A avaliação da CIC é de houve controle exagerado e precoce da movimentação por prefeituras e até por gestões estaduais.


Departamento de Jornalismo


CONFIRA O ÁUDIO








Em breve
Nenhum jogo no momento.