Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS DO SUL

Evento 16/05/2022 | 08h52

Cerimônia marca encerramento da 24ª edição das Surdolimpíadas de Caxias do Sul


CONFIRA O ÁUDIO


Cerimônia marca encerramento da 24ª edição das Surdolimpíadas de Caxias do Sul
Foto: Gabinete vereadora Marisol Santos/ Divulgação


POR ALEX SCHNEIDER | DEPARTAMENTO DE JORNALISMO

Ocorreu na noite de domingo (15) o encerramento da 24ª edição das Surdolimpíadas em Caxias do Sul. A cerimônia do evento, realizado pela primeira vez em um país da América Latina, ocorreu no Ginásio do Sesi. O fechamento da edição teve a presença de convidados, delegações e autoridades. Reuniu menos público do que na abertura, mas, dessa vez, sem separações nas arquibancadas.No início da cerimônia, houve a premiação da maratona nas modalidades feminina e masculina. A prova ocorreu pela manhã na região central da cidade.

A festa de encerramento ganhou projeções de sombras em uma tela. Uma série de coreografias homenageou os atletas e os valores olímpicos.Pessoas com trajes típicos do gaúcho desfilaram com as bandeiras dos 77 países que participaram das Surdolimpíadas.Lenços brancos, simbolizando o pedido de paz entre os povos, foram tremulados na sequência.A festa também homenageou os mais de 300 voluntários que atuaram nas competições. Três deles subiram no pódio e ganharam medalhas.

Já nos discursos de autoridades, quem se manifestou por primeiro foi a vice-prefeita de Caxias e presidente de honra do Comitê Organizador, Paula Ioris (PSDB). Ela destacou que as Surdolimpíadas representam um contexto duplo de superação.

O embaixador do evento e ex-governador do Estado, Eduardo Leite (PSDB), até chegou a ser vaiado, mas deixou o palco com aplausos. No discurso, enfatizou aspectos de superação e humanidade.

Por fim, foi a vez do presidente do Comitê Internacional de Esportes para Surdos (ICSD), Gustavo Perazzolo, se dirigir ao público. O caxiense destacou que o evento surdolímpico foi um sonho realizado. Ele reconheceu contratempos, de ordem administrativa e climática, e anunciou a criação da comissão de atletas.

Caxias do Sul recebeu 77 países e mais de 4 mil atletas.A Ucrânia, que veio em peso para competir, liderou o ranking de medalhas, seguida por Estados Unidos, Irã, Japão e Coréia do Sul. O Brasil ficou na 44ª posição, com seis bronzes.

As delegações estiveram sediadas em oito cidades: Caxias, Farroupilha, Bento Gonçalves, Carlos Barbosa, Antônio Prado, Nova Petrópolis, Garibaldi e Gramado.







Em breve
Nenhum jogo no momento.