Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS DO SUL

Saúde 25/11/2021 | 18h43

Caxias vai vacinar em farmácias e vacimóvel na busca por não imunizados contra a covid-19


Caxias vai vacinar em farmácias e vacimóvel na busca por não imunizados contra a covid-19
Foto: João Pedro Bressan

Caxias do Sul tinha pouco mais de 76% da população vacinada com ao menos uma dose até esta quinta-feira (25). Conforme estimativa da Secretaria Municipal da Saúde (SMS), faltam cerca de 20 mil pessoas para que a cidade atinja os 90% de imunização. Esta é a meta estabelecida pelo Governo do Rio Grande do Sul para que os municípios possam flexibilizar a cobrança do passaporte vacinal. Para ampliar a cobertura, a Prefeitura prepara série de ações para a busca do público-alvo. É o caso da criação de um "Vacimóvel", que vai percorrer ruas de bairros com menor adesão, ofertando a injeção a partir da próxima segunda-feira (29).

No dia seguinte, terça-feira (30), um ponto de vacinação vai ser aberto na Feira do Livro. A partir da inauguração dos trabalhos, a estrutura vai atender durante todos os dias da Feira. Além disso, a administração deve pedir apoio das entidades patronais à campanha de imunização. O apelo é para que as empresas estimulem a procura da vacina junto aos empregados. Novos convênios com parceiros para a aplicação também devem ser formulados pela municipalidade.

A parceria com o Serviço Social da Indústria (Sesi), que tem ofertado pontos de imunização, vai se encerrar no dia 15 de dezembro. Por conta do período de férias, o Sesi não conseguirá prosseguir no trabalho. Portanto, o Município trata com duas redes de farmácias, que provavelmente vão ofertar vacinas em unidades de Caxias em até 45 dias. Reunião com representantes das companhias está marcada para a próxima semana. A expectativa do Executivo Municipal é de que seja firmada colaboração de 90 dias com as drogarias.

A secretária Municipal da Saúde elogia a decisão da exigência do passaporte vacinal até que o índice de 90% de adesão à campanha seja atingido pelas cidades. Daniele Meneguzzi considera que a medida serve como estratégia de incentivo à busca pelos imunizantes. Ela ainda reforça que as pessoas precisam tomar as duas doses, salientando que a vacinação parcial não garante a proteção contra o vírus.

A parcela da população caxiense com esquema vacinal completo estava pouco abaixo dos 63% na última atualização de quinta. Também há dificuldade no avanço da aplicação das segundas doses. De maneira geral e em paralelo com outras cidades de porte semelhante do Estado, Caxias do Sul está atrasada na evolução da imunização. A avaliação é de que este ritmo mais lento se deve também ao perfil comportamental do cidadão local.


Departamento de Jornalismo






Em breve
Nenhum jogo no momento.