Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS

Julgamento 20/08/2020 | 17h34

Caxias pode perder mais um atacante para a final do Gauchão


Caxias pode perder mais um atacante para a final do Gauchão
Foto: Vitor Soccol/ Dinâmica Conteúdo

Além das saídas de Tilica e Da Silva e da lesão do centroavante Gilmar, o Caxias pode perder Juninho Potiguar para as finais do Gauchão. O jogador será julgado nesta sexta-feira (21) por conta das confusões ocorridas na partida diante do Botafogo, pela Copa do Brasil, em fevereiro. Na ocasião, Caxias e Botafogo ficaram no 1 a 1 e o clube grená foi eliminado da competição. Durante o jogo, o Caxias reclamou de dois pênaltis não marcados pelo árbitro. Ao final da partida, alguns atletas e funcionários do Caxias foram tirar satisfação com o árbitro Lucas Belotte. Na súmula da partida, Bellote relatou uma agressão por parte de Juninho Potiguar. 

Segundo o artigo 254-A do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, praticar agressão física durante a partida tem pena prevista de um a doze jogos de suspensão, porém, o parágrafo 3° diz que "se a ação for praticada contra árbitros, assistentes ou demais membros de equipe de arbitragem, a pena mínima será de suspensão por cento e oitenta dias".

Portanto, se condenado, Potiguar pegará uma pena mínima de 180 dias de suspensão, que passa a contar a partir da data do julgamento, ficando de fora da temporada e, consequentemente, das finais do Campeonato Gaúcho. 

O goleiro Marcelo Pitol também será julgado, mas será enquadrado no artigo 250, que fala em "praticar ato desleal ou hostil durante a partida". A pena é de suspensão de uma a três partidas, que deverá ser cumprida em competições nacionais. Assim, mesmo condenado nesta sexta, Pitol fica disponível para as finais contra o Grêmio, mas perderia as primeiras rodadas das Série D. 


Departamento de Esportes






Em breve
Nenhum jogo no momento.