Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS DO SUL

Finanças 01/12/2021 | 11h35

Câmara de Vereadores autoriza a Prefeitura a destinar mais de R$ 10 milhões à Festa da Uva e à Codeca


CONFIRA O ÁUDIO


Câmara de Vereadores autoriza a Prefeitura a destinar mais de R$ 10 milhões à Festa da Uva e à Codeca
Foto: Bruna Giusti/Câmara Caxias/Divulgação


Departamento de Jornalismo

Em sessões extraordinárias realizadas na manhã de terça-feira (30), os vereadores de Caxias do Sul apreciaram, entre outros, três projetos de lei que destinam recursos financeiros para a Comissão Comunitária da 33ª Festa Nacional da Uva, para a Festa da Uva Turismo e Empreendimentos S/A e para a Companhia de Desenvolvimento de Caxias (Codeca). Somadas, as propostas chegam a R$ 10,1 milhões.

Para a Comissão Comunitária serão R$ 4,5 milhões, recurso que será usado também para quitar débitos de edições anteriores com o Escritório Central de Arrecadação e Distribuição (Ecad), que faz cobranças sobre a exibição de músicas e filmes. Outro projeto destinará R$ 1,6 milhão para a empresa Festa da Uva S/A para aplicação em obras de manutenção do Parque de Eventos.

Na manhã de segunda-feira (29) a Comissão de Desenvolvimento Econômico, Fiscalização, Controle Orçamentário e Turismo do Legislativo promoveu uma reunião com representantes da Festa e da Codeca para detalhar informações dos aportes financeiros. O diretor-presidente da Festa da Uva S/A, Bruno Brunelli, lembrou que em março de 2020 a Festa das Colheitas ocorreu somente num fim de semana e foi cancelada devido à pandemia, sendo a estrutura do parque reativada somente após um ano e sete meses com novas locações.

Para a Codeca um projeto de lei do Executivo destina R$ 4,5 milhões. A diretora-presidente da Companhia, Helen Machado, explanou que o custo operacional chegou a 80% da arrecadação, sendo reduzido para 76% após ações encaminhadas em 2021. Helen comentou que nos últimos anos, infelizmente, houve comprometimento do resultado e um desequilíbrio na estrutura da empresa, principalmente no Departamento de Construção Civil (DCC). Também há necessidade de adequar o quadro funcional.

Para virarem lei, as proposições devem ser sancionadas pelo prefeito Adiló Didomenico (PSDB).







Em breve
Nenhum jogo no momento.