Rádio Caxias

Notícias



CAXIAS DO SUL

Audiência 10/06/2021 | 13h44

Audiência aponta necessidade de maior relação da Guarda Municipal com a comunidade


Audiência aponta necessidade de maior relação da Guarda Municipal com a comunidade
Foto: Letícia Kreling

O papel e a atuação da Guarda Municipal foram pauta de audiência pública ocorrida na tarde desta quarta-feira (09) na Câmara de Vereadores de Caxias do Sul.Promovida pelas comissões parlamentares de Direitos Humanos, Segurança Pública e de Legislação Participativa, a reunião repercutiu da morte de Mateus da Silva dos Santos. 

Para a discussão estiveram presentes o titular da Secretaria Municipal de Segurança Pública e Proteção Social, Paulo Roberto Rosa da Silva, e o diretor da Guarda, Alex Kulman.Além deles, a Prefeitura esteve representada pelos secretários de Urbanismo, João Uez, e de Trânsito, Transportes e Mobilidade, Alfonso Willenbring. Todos foram convidados pelas posições de comando do órgão e das pastas diretamente envolvidas em operações como a blitz que resultou no assassinato do jovem de 21 anos.

Representantes dos motoboys de Caxias também participaram. A classe foi responsável por forte manifestação no largo do Centro Administrativo na última segunda-feira (07)./ Mãe, pai e irmã da vítima estiveram presentes, embora Terezinha da Silva de Souza tenha passado mal e optado por deixar o Plenário.

Os questionamentos e debates levaram a proposta de reforço de relação entre os guardas e comunidades do Município via ações em escolas. Neste objetivo, o primeiro bairro a ser visitado é o Beltrão de Queiroz.Esta atuação deve ser acompanhada pela Comissão de Direitos Humanos e Logística da Câmara.

A presidente do grupo, a vereadora Estela Balardin (PT), reforça a contestação sobre o papel da Guarda e a conexão do órgão com a sociedade. Ela defende a ampliação desta reflexão, pontuando que a audiência desta quarta visou iniciar este debate. Estela avalia que o reforço dos vínculos e ações transversais pode beneficiar o setor, expondo a esperança de que a Guarda Municipal possa servir de exemplo.

Estela Balardin ainda promete um contato constante com a direção da Guarda, reforçando o compromisso com a cobrança por ágil evolução do inquérito sobre o caso.A parlamentar relata receio pela demora, comum a diversos processos envolvendo casos semelhantes.Ela valoriza a mobilização popular sobre o caso, apontando que isso pode ser fator a acelerar as respostas por parte da Polícia Civil.

Além da cobrança para avanço das investigações e do acompanhamento de ações da Guarda, a Comissão de Direitos Humanos promete apoio à família de Mateus da Silva dos Santos. Conforme Estela Balardin, vai haver auxílio jurídico e psicológico para familiares e para os outros dois jovens que estavam no carro alvejado por agentes da Guarda Municipal.


Departamento de Jornalismo




GALERIA







Em breve
Nenhum jogo no momento.