Rádio Caxias

Notícias



GERAL

27/06/2023 | 12h40

Apostas esportivas: regulação adiada

Apostas esportivas: regulação adiada



Apostas esportivas: regulação adiada

O adiamento contínuo da regulação da lei das apostas esportivas no Brasil tem sido uma fonte de frustração. A lei previa um prazo de dois anos, renovável por mais dois, para a implementação das diretrizes regulatórias. No entanto, esse prazo não foi respeitado, resultando em incertezas e dificuldades. A falta de um cronograma claro tem prejudicado a segurança jurídica, atraindo críticas e minando a confiança dos investidores nacionais, incapazes de competir com as plataformas estrangeiras que estão ganhando raízes sólidas em nosso mercado. Além disso, a ausência de uma regulamentação adequada permite a continuidade das operações de plataformas estrangeiras sem a devida coleta de receita fiscal. E parece que poderá surgir uma nova dificuldade em todo o processo, que debateremos em seguida.

Apostas esportivas: realidade imparável

Nos últimos anos, o Brasil tem testemunhado um desenvolvimento significativo das apostas esportivas na internet, impulsionado pela paixão nacional pelo futebol e pelo crescimento da penetração do uso de internet móvel no celular. Os brasileiros têm uma forte conexão com o futebol e, como resultado, a popularidade das apostas esportivas cresceu exponencialmente. Com a conveniência do acesso à internet móvel, os fãs de esportes podem agora fazer apostas a qualquer momento e em qualquer lugar, tornando as apostas esportivas online uma forma acessível e conveniente de se envolver com o esporte.Veja isso e comprove como as novas plataformas permitem até fazer apostas ao vivo, enquanto o evento esportivo está acontecendo. Além disso, o crescimento no número de times patrocinados por casas de apostas também contribuiu para o aumento da visibilidade e do interesse pelas apostas esportivas. Essas parcerias têm sido benéficas tanto para as casas de apostas, que aumentam sua exposição no mercado brasileiro, quanto para os times, que recebem investimentos adicionais. O desenvolvimento das apostas esportivas online no Brasil tem criado uma atmosfera emocionante para os entusiastas do esporte, enquanto impulsiona a indústria de apostas e fortalece a relação entre futebol e apostas no país.

Intenção do governo pode ficar pelo caminho

Segundo o site Metrópoles, o presidente da Câmara dos Deputados,Arthur Lira, teria a intenção de fazer passar o processo de regulação das apostas esportivas por novo projeto de lei, frustrando a ideia do ministro da Fazenda, Fernando Haddad, de aprovar uma Medida Provisória com esse objetivo. Caso isso aconteça, o processo continuará se arrastando sem solução à vista. Poderá acontecer que Lira esteja ponderando associar o dossiê de apostas esportivas ao da liberação dos jogos de fortuna (cassinos e outros), pois sabe-se que ele é defensor de uma liberação geral nessas matérias.

Operação Penalidade Máxima prejudica imagem internacional do país

Operações policiais para combater a corrupção têm vantagens e desvantagens. Por um lado, mostram que a sociedade está empenhada em criar um ambiente justo, legítimo e eficaz para fazer negócios. Por outro, mostram “roupa suja”. Ninguém quer ser como a Coreia do Norte, onde nada de mal “existe” pois tudo está escondido pela propaganda do governo, mas cada país deve fazer um esforço sério para mostrar que está melhorando nessa matérias. A operação Penalidade Máxima é um esforço no sentido correto, mas atraiu a atenção da mídia internacional, ao ponto de o Financial Times dizer que se tratou de um golpe no desenvolvimento do futebol brasileiro. Esperemos que a regulação do mercado de apostas esportivas seja terminada o mais rápido possível, pois a credibilidade internacional do Brasil também se joga nesse campo.







Em breve
Nenhum jogo no momento.