Rádio Caxias

Notícias



AGENDA

03/11/2021 | 08h30

Palco Giratório Sesc leva debates, oficinas e apresentações teatrais para 10 cidades gaúchas em novembro


 Palco Giratório Sesc leva debates, oficinas e apresentações teatrais para 10 cidades gaúchas em novembro
Foto: Divulgação Evento

Após 17 dias de atrações do Circuito Nacional e apresentações em Porto Alegre, o Palco Giratório Sesc 2021 chega a cidades do Interior e Região Metropolitana de 03 a 27 de novembro. A programação contará com participantes de grupos de artes cênicas gaúchos e de outros Estados para os bate-papos da série “Intercâmbios e Conexões” e “Pensamento Giratório”, além de oficinas sobre circo, teatro, palhaçaria, mágica e dança. Também serão promovidos espetáculos presenciais e com transmissão pela Internet, exclusivamente com companhias do Rio Grande do Sul. 

As cidades de Camaquã, Santa Rosa, Ijuí, Novo Hamburgo, Passo Fundo, Montenegro, Canoas, Caxias do Sul, Alegrete e São Leopoldo receberão as atrações, que são gratuitas e abertas para o público em geral. As atividades formativas serão realizadas de forma virtual, via Zoom, e estão com inscrições abertas nos links disponibilizados abaixo. A agenda prevê apresentações presenciais, que ocorrerão em Passo Fundo, Canoas e Caxias do Sul, e on-line, organizadas pelas Unidades Alegrete e Montenegro. Veja a seguir a programação completa e a sistemática de ingressos e acessos.

Serviço

03/11 (Quarta-feira)

SANTA ROSA

Oficina de Teatro Para Surdos e Surdas: Introdução à Criação Cênica (Cia. Fluctissonante/ PR)

Esta oficina apresenta exercícios introdutórios de criação teatral em libras para pessoas surdas com ou sem experiência na área. Através do uso da poesia sinalizada, os participantes irão criar uma breve composição cênica autoral inspirada em um texto de livre escolha

Duração: 1h

Horário: 14h

Plataforma: Zoom

Inscrições: https://forms.gle/zWEUGSrZUhd5phiP7 

 

IJUÍ

Pensamento Giratório: Teatro para a Infância (Coletivo Preto/ RJ, Coletivo Órbita/ RS e Loucos do Palco/ RS)

Nesse encontro, coletivos do Brasil que possuem pesquisas e trabalhos para a infância e juventude dialogam sobre as narrativas propostas nessa cena para a infância, sobre representatividade, sobre outras e necessárias possibilidades a serem compartilhadas com esse público.

Duração: 1h

Horário: 19h30

Plataforma: Zoom

Inscrições: Pelo telefone (55) 3332-7511 – Setor de Cultura 


 

04/11 (Quinta-feira)

NOVO HAMBURGO

Oficina Bastão, corpo e cena (Poema Mühlenberg/ DF)

A oficina é um convite a experimentar como um simples bastão pode motivar a mover o corpo de forma prazerosa e criativa. A proposta inclui conteúdos de treinamento físico, improvisação e composição de cenas utilizando este simples objeto, num diálogo com a dança, o teatro e a manipulação de objeto.

Duração: 2h

Horário: 19h

Plataforma: Zoom

Inscrições: https://forms.gle/YGaWCTBcYaqkV9tHA 

 

IJUÍ

Oficina Circo para curiosos (Coletivo Preto / RJ)

Através de uma metodologia voltada para a introdução às artes circenses, a oficina estimula a superação pessoal de cada aluno e promove um encontro com mundo lúdico e mágico que é o circo. Através de exercícios de ritmo, agilidade, equilíbrio, concentração e coordenação motora, contribuem para a ampliação do potencial criativo, autoestima e superação de desafios. É imprescindível a presença de um adulto responsável durante toda a aula. A câmera deve permanecer aberta durante toda a aula.

Público-alvo: Crianças de 5 a 11 anos

Duração: 1h

Horário: 15h

Plataforma: Zoom

Inscrições: Pelo telefone (55) 3332-7511 – Setor de Cultura 

 

PASSO FUNDO

Espetáculo “O silencioso mundo de flor” (Teatro depois da chuva/ RS)

Um dia, Téo puxou Flor pela mão. Saíram correndo morro abaixo. Entraram em um grande barracão, cheio de instrumentos musicais. Flor nunca havia visto instrumentos musicais. Téo mostrou à Flor o mundo dos sons. Flor mostrou a Téo o mundo dos silêncios. 

Horário: 14h

Local: Teatro do Sesc Passo Fundo (Av. Brasil, 30) e Facebook do Sesc Passo Fundo (www.facebook.com/sescpassofundo)

Ingressos: Gratuitos no Sesc Passo Fundo (Av. Brasil, 30), das 8h às 19h, de segunda a sexta, e aos sábados, das 8h às 12h.

Mais informações: (54) 3313-4318 ou pelo WhatsApp (54) 3311-9973


 

05/11 (Sexta-feira)

NOVO HAMBURGO

Oficina Toque de mágica – Iniciação à arte mágica (Rapha Santacruz/ PE)

Unindo o caráter lúdico ao potencial educativo, Rapha Santacruz ministra oficinas, ensinando alguns números de mágica de fácil execução, com objetos comuns do cotidiano, como canetas, moedas, elástico, copo, etc. Informações básicas sobre o universo, a história, e os estilos de mágica também fazem parte da programação da oficina. A oficina “Toque de mágica” é uma atividade diferenciada, que faz sucesso com gente de todas as idades (crianças a partir de 7 anos conseguem assimilar melhor as informações), atendendo também surdos e cegos.

Necessidades para realização: papel ofício, moedas, cola bastão, tesoura sem ponta, elástico (liga), caneta (tipo bic), guardanapos, copo plástico descartável, caixa de fósforos (1 por aluno) e clipes.

Duração: 1h

Horário: 19h

Plataforma: Zoom

Inscrições: https://forms.gle/KkCd3HZA1zqLyaHn8 

 

PASSO FUNDO

Intercâmbios e Conexões: O teatro inclusivo para a infância e juventude (Fluctissonante/ PR e Teatro depois da chuva/ RS)

Nesse encontro, os grupos de teatro dialogam sobre suas pesquisas e obras artísticas para a infância e juventude, as narrativas propostas em cena, envolvendo a produção de arte acessível e inclusiva. Debater e aprofundar essas reflexões, partindo da experiência e metodologia de criação empreendida pelos grupos em seus trabalhos. A proposta é estender esta abordagem a um aspecto mais amplo da arte cênica, refletindo inclusive o papel sociocultural de montagens como "Enquanto a Chuva Cai" e "O Silencioso Mundo de Flor".

Mediação: Andressa Pagnussat de Quadros (RS)

Duração: 2h

Horário: 14h

Plataforma: Zoom

Inscrições: https://docs.google.com/forms/d/1no-oMorhLHpQnoxi6_lbyb1JLPk7B1e-WBv0GjvSjHs/edit 


 

06/11 (Sábado)

PASSO FUNDO

Oficina Vivências do Corpo (Lume Teatro/ RS)

Dirigido a atores, bailarinos, estudantes de artes cênicas e de dança e interessados em geral, o curso oferece uma vivência do treinamento cotidiano sistematizado pelas atrizes e atores do Lume Teatro, por meio do reconhecimento e dilatação das capacidades expressivas do corpo, em seus aspectos técnicos e energéticos.

Duração: 2h

Horário: 14h

Plataforma: Zoom

Inscrições: https://docs.google.com/forms/d/1vVXhhCLMgO969zVhkKC8sQXTOyl9rIFpqkYcGpzQcB4/edit 

 

MONTENEGRO

Oficina pontos.em.vista (Kênia Dias/ MG)

Ateliê prático voltado ao estudo do movimento a partir de procedimentos de pesquisas realizadas no Vaga Carne voltados à instabilidade do corpo e suas  trajetórias de movimento. Algumas perguntas são norteadoras: O que as partes do corpo  veem quando nos movemos? Como uma mesma sequência de movimento pode ser dançada com várias versões? Uma parte desse estudo acontecerá com o celular acoplado no  corpo, que registrará as relações e as diferenças entre dinâmicas de movimento, espaço e composição para uma mesma dança.

Duração: 2h

Horário: 15h

Plataforma: Zoom

Inscrições:  https://forms.gle/ZYXksAce84ki1NRY8


 

07/11 (Domingo)

 

PASSO FUNDO

Espetáculo “Rosa dos rumos” (Ritornelo de Teatro/ RS)

O espetáculo é uma deliciosa farsa, onde os contos “Trezentas Onças”, “O Boi Velho” e “Jogo do Osso”, de João Simões de Lopes Neto, são apresentados através de músicas, de elementos acrobáticos e de técnicas de circenses; inserindo seus personagens no universo da cultura popular gauchesca, trazendo a cena diversos tipos e situações peculiares ao povo rio-grandense.

Duração: 45 min

Classificação Indicativa: Livre

Horário: 16h 

Local: Teatro do Sesc Passo Fundo (Av. Brasil, 30) e Facebook do Sesc Passo Fundo (www.facebook.com/sescpassofundo)

Ingressos: Gratuitos no Sesc Passo Fundo (Av. Brasil, 30), das 8h às 19h, de segunda a sexta, e aos sábados, das 8h às 12h.

Mais informações: (54) 3313-4318 ou pelo WhatsApp (54) 3311-9973

 

MONTENEGRO

Pensamento Giratório: Vaga Carne - Construções e desdobramentos (Coletivo Vaga Carne/ MG e Jezebel de Carli/ RS)

Conversa a partir da exibição do filme média-metragem “Vaga Carne”, dirigido por Grace Passô e por Ricardo Alves Jr., sobre a construção e os desdobramentos do espetáculo “Vaga Carne”, que deu origem a três linguagens de trabalho: peça, livro e filme.

Duração: 1h

Horário: 17h

Plataforma: Zoom

Inscrições:  https://forms.gle/ZYXksAce84ki1NRY8


 

08/11 (Segunda-feira)

 

CAMAQUÃ

Oficina Iniciação à arte da palhaçaria (Circo a Céu Aberto/ RJ)

O palhaço Fabiano Freitas parte de sua experiência como artista de rua para demonstrar os elementos e as técnicas que envolvem a arte de sorrir. O objetivo é buscar a essência do palhaço, que está ligada à exposição cênica de seus ridículos, fracassos, erros, medos, fragilidades. Vislumbrando o desejo de alcançar um bom nível de qualidade profissional, as perdas, para o palhaço, são ao meso tempo bagagem e estímulo para novas tentativas. Comédia física, expressão corporal, clownaria clássica... esses e outros recursos são acessados de modo a despertar a interação com o público. A metodologia é pensada ainda visando abrir espaço ao improviso, com participação direta dos oficineiros. 

Duração: 2h

Horário: 19h

Plataforma: Zoom

Para receber o link de acesso, entrar em contato com o Sesc Camaquã pelo telefone (51) 3671-6492


 

09/11 (Terça-feira)

 

CANOAS

Espetáculo “Preta Mina - O fim do silêncio, o eco do incômodo” (Preta Mina e Convidados/ RS)

São nove caminhos. Nove ramificações da mesma raiz. Nove paradas pelas histórias que carrego. São nove vezes que eu reflito. Nove falas. Nove portas. Nove. Enquanto descubro os desdobramentos de ser mulher, preta e brasileira, descubro também a minha voz, o meu corpo e as vivências minhas e daquelas que vieram antes de mim. O espetáculo “Preta Mina, o fim do silêncio, o eco do incômodo” traz para a cena a busca da artista pela descoberta da sua voz e da sua história. História que, ao mesmo tempo pessoal, é vista em tantas outras mulheres brasileiras. Histórias contadas oralmente, histórias apagadas e que são reveladas insistentemente pelas mãos curiosas daquelas que não mais serão silenciadas. Não identificação, Procura, Raízes, Morte, Corpo Casulo, Plantar, Colher, Florescer, Ecoar! A peça, criada através dos poemas da artista Preta Mina, aborda de uma forma performática e poética as percepções da artista sobre o mundo, suas relações em comunidade, sua arte e sua ancestralidade. Guiada pelo número nove, com regência de Oyá, sua mãe, dona do movimento e dos ventos, Preta Mina exalta os caminhos da vida e as mudanças da consciência, a evolução da ideia e a constante procura pelo crescimento pessoal.

Duração: 40 minutos

Classificação Indicativa: Livre

Horário: 20h

Local: Teatro do Sesc Canoas (Av. Guilherme Schell, 5340) e Facebook do Sesc Canoas (www.facebook.com/sesccanoas)

Ingressos: https://www.sympla.com.br/espetaculo-preta-mina---o-fim-do-silencio-o-eco-do-incomodo---palco-giratorio-2021__1379874


 

10/11 (Quarta-feira)

 

CAXIAS DO SUL

Pensamento Giratório: Ativar potências no e do corpo (Lume Teatro/ SP e Grupo Ueba Produtos Notáveis/ RS)

O corpo é uma potência poética virtual a ser explorada em seu limite para uma possível atualização espetacular, e esse é o trabalho de base de toda a história de pesquisa do LUME: ativar potências no e do corpo em sua fronteira expressiva. Partindo desse locus perguntamos: Como pensar o corpo para além de suas cisões e funções utilitaristas? Como problematizar um corpo em arte em seu enlace político, ético e estético? 

Duração: 1h

Horário: 20h30

Plataforma: Zoom

Inscrições: www.sympla.com.br 

Mais informações: (54) 3209-8250

 

CANOAS

Intercâmbios e Conexões (Vaga Carne/MG e Preta Mina/RS) 

Nessa atividade, as artistas e profissionais envolvidos estabelecerão um diálogo sobre a busca de um protagonismo feminino e negro dentro do campo das artes cênicas, permeadas pelas diferenças das regiões do país onde cada uma atua. Além disso, terão a oportunidade de compartilhar com os públicos presentes essas experiências transversais de produções artísticas em dança, teatro, música e audiovisual. Atividade com tradução simultânea em Libras.

Duração: 2h

Horário: 20h

Plataforma: Zoom

Inscrições:  https://www.sympla.com.br/intercambios-e-conexoes---grace-passo-mg-e-preta-mina-rs---palco-giratorio-2021__1379838


 

11/11 (Quinta-feira)

 

CAXIAS DO SUL

Espetáculo “O torto e seu duplo” (Tem Gente Teatrando/RS)

Sinopse: Esta investigação cênica teve início em 2009, nasceu como um experimento e segue como experimento até hoje. Foi abandonado e resgatado várias vezes e, mais uma vez, resolvemos visitar essas memórias. Esse trabalho foi construído à partir de um encontro da atriz com uma outra mulher. Memórias antigas, questões atuais. Recortamos e colamos (literalmente) tiras de texto, rearranjando as ideias, excluindo o que não pertence mais ao contexto, seguindo o que é característica do próprio trabalho. O espetáculo, está em processo há 11 anos. Durante todo este período, as células deste corpo cênico morrem e são substituídas por outras. Considerando que a cada 7 ou 10 anos, renovamos todas as nossas células, não é errado dizer que hoje o espetáculo é executado pela mesma pessoa, mas outro corpo, 11 anos mais velho, 12 quilos mais pesado, mas que preserva partes do espetáculo em sua memória. Por tanto a execução do Memórias do Torto, Memórias do Corpo é um mergulho no novo de novo. E seguimos nos perguntando: “até que grau de deformação permanecemos ainda humanos?”

Horário: 20h30

Local: Teatro Sesc Caxias do Sul e Facebook do Sesc Caxias do Sul (https://www.facebook.com/sesccaxiasdosul) 

Ingressos: Entrada gratuita – Retirar antecipadamente no SAC do Sesc Caxias do Sul (Rua Moreira César, 2462)

Mais informações: (54) 3209-8250 ou site https://www.sesc-rs.com.br/aldeia-sesc-caxias/

 

CAMAQUÃ

Pensamento Giratório: Conversas de Circo (Circo a Céu Aberto/RJ, Cia Fenomenal/AL e Ueba/RS)

Nesse encontro entre três coletivos que trabalham a linguagem do circo nos seus trabalhos, trazem reflexões sobre o desenvolvimento da linguagem artística, perspectivas e possibilidades na cena atual. Histórias e possibilidades de atuação em cada localidade.

Horário: 19h

Local: Zoom

Para receber o link de acesso, entrar em contato com o Sesc Camaquã pelo telefone (51) 3671-6492


 

13/11 (Sábado)

 

CAXIAS DO SUL

Intercâmbios e Conexões: Conversas sobre memórias e inventividades (Lume Teatro/SP e Tem Gente Teatrando/RS)

O corpo, como espacialização do aqui-agora, ou seja, do presente, mantém uma relação intrínseca com o tempo. Ele é uma presentificação, uma atualização do passado acumulado e do futuro porvir. Corpo, portanto, como duração presente-passado-futuro num ponto afetivo. A memória-corpo é uma dinâmica espiral temporal in continuum. Memória é criação: o mundo se recria no corpo. É nesse corpo-memória virtualizada que as potências poéticas estão instaladas. Conversar sobre memória é falar sobre inventividades, sobre processos, sobre coletividades e crítica política. 

Duração: 2h

Horário: 14h

Local: Zoom

Inscrições: www.sympla.com.br

Mais informações: (54) 3209 8250 ou site https://www.sesc-rs.com.br/aldeia-sesc-caxias/ 


 

14/11 (Domingo)

 

CAXIAS DO SUL

Oficina pontos.em.vista (Kênia Dias/ MG)

Ateliê prático voltado ao estudo do movimento a partir de procedimentos de pesquisas realizadas no Vaga Carne voltados à instabilidade do corpo e suas  trajetórias de movimento. Algumas perguntas são norteadoras: O que as partes do corpo  veem quando nos movemos? Como uma mesma sequência de movimento pode ser dançada com várias versões? Uma parte desse estudo acontecerá com o celular acoplado no  corpo, que registrará as relações e as diferenças entre dinâmicas de movimento, espaço e composição para uma mesma dança.

Duração: 2h

Horário: 14h

Plataforma: Zoom

Inscrições: www.sympla.com.br

Mais informações: (54) 3209 8250 ou site https://www.sesc-rs.com.br/aldeia-sesc-caxias/ 

 

PASSO FUNDO

Intercâmbios e Conexões: O trabalho de pesquisa em circo e teatro (Rapha Santacruz/ PE e Grupo Ritornelo/ RS)

A partir de seus trabalhos de pesquisa e criações artísticas os grupos, promovem um diálogo sobre suas experiências, compartilhamentos de aprendizados, reflexões e desafios desta caminhada, nas artes cênicas do circo e teatro. O processo de criação de espetáculos, dramaturgia, originalidade e transversalidade de linguagens com o ilusionismo e música regionalista.

Mediação: Andressa Pagnussat de Quadros (RS)

Duração: 2h

Horário: 14h

Plataforma: Zoom

Inscrições: https://docs.google.com/forms/d/1A48jQFQkbLC1vzIOBRfHGF6RuHVRzNYT_n-rSd_jP0I/edit 

 

ALEGRETE

Espetáculo “Milhões contra um” (Grupo Oazes/ RS)

“Milhões Contra Um” mostra uma mulher poderosa que, portando uma bomba, escolhe um homem para morrer com ela. Este homem tem exatos 50 minutos para ouvi-la e tentar sobreviver. Neste ambiente de suspense desenvolve-se o diálogo entre estas duas figuras representativas de poder, criando um embate que questiona as condições sociais e de gênero. Tendo como pano de fundo a reflexão sobre a função da arte na sociedade contemporânea, representada pela família de artistas que compõem o grupo, com referências reais sobre a sua trajetória, fundindo a ficção e a realidade como um jogo onde a plateia deduz o que pode ser real.

Duração: 50 min

Classificação indicativa: 14 anos

Horário: 19h

Local: On-line

Para receber o link, entrar em contato com o Sesc Alegrete pelo e-mail pamaral@sesc-rs.com.br ou WhatsApp (55) 99923-0571


 

16/11 (Terça-feira)

 

ALEGRETE

Intercâmbios e Conexões: Continuidade e perspectivas (Bagaceira de Teatro/CE e Grupo Oazes/RS)

Grupo Bagaceira de Teatro e Grupo Oazes conversam sobre os novos rumos do teatro de grupo. Os grupos completam décadas de atividades sem interrupção, mas dentro de um cenário econômico incerto. O diálogo sobre esse tema vai à busca de uma reflexão de novas maneiras de financiamento, circulação e fruição desse dito teatro de grupo no Brasil. 

Duração: 2h

Horário: 19h

Plataforma: Zoom

Inscrições: Pelo e-mail pamaral@sesc-rs.com.br ou WhatsApp (55) 99923-0571

 

CANOAS

Oficina Dois pra lá, dois pra cá (Coletivo Casa 4/ BA)

Esta oficina visa o compartilhamento das pesquisas desenvolvidas pelo Casa 4, coletivo de Salvador/BA, formado por artistas que pesquisam sobre danças de salão e tensionam as estruturas tradicionais sobre gênero. Muito além do dois pra lá, dois pra cá, o coletivo desenvolve pesquisas corporais de caráter investigativo que priorizam o respeito às individualidades corporais de cada indivíduo, visando assim aumentar as possibilidades de dançar a dois.

Duração: 2h

Horário: 20h

Plataforma: Zoom

Inscrições: https://www.sympla.com.br/oficina-dois-pra-la-dois-pra-ca-com-casa-4-ba---palco-giratorio-2021__1368505 


 

17/11 (Quarta-feira)

 

SANTA ROSA

Pensamento Giratório: Produção de arte acessível e inclusiva (Cia Fluctiossante/ PR e Fernando Keiber/ RS)

Debater e aprofundar as reflexões que envolvem a produção de arte acessível e inclusiva, partindo da experiência e metodologia de criação empreendida pelo grupo em seus trabalhos. A proposta é estender esta abordagem a um aspecto mais amplo da arte cênica, refletindo inclusive o papel sociocultural de montagens como "Enquanto a Chuva Cai"

Duração: 2h

Horário: 19h

Plataforma: Zoom

Inscrições: https://forms.gle/zWEUGSrZUhd5phiP7 


 

18/11 (Quinta-feira)

 

CANOAS

Pensamento Giratório: debates (Casa 4/ BA e Khaos Cênica/ RS)

Os coletivos artísticos se encontram para dialogar sobre suas dramaturgias e processos de criação artística, tendo como pontos comuns suas pesquisas e experimentações nos campos da dança, gênero, perspectivas do engajamento social e político através da arte. Além disso, terão a oportunidade de compartilhar com os públicos presentes essas experiências de produções artísticas em dança e teatro, a partir de diferentes regiões do país. Atividade com tradução simultânea em Libras.

Duração: 1h

Horário: 20h

Plataforma: Zoom

Inscrições: https://www.sympla.com.br/pensamento-giratorio---casa-4-ba-e-khaos-cenica-rs---palco-giratorio-2021__1379652


 

19/11 (Sexta-feira)

 

SÃO LEOPOLDO

Oficina pontos.em.vista (Kênia Dias/MG)

Ateliê prático voltado ao estudo do movimento a partir de procedimentos de pesquisas realizadas no Vaga Carne voltados à instabilidade do corpo e suas  trajetórias de movimento. Algumas perguntas são norteadoras: O que as partes do corpo  veem quando nos movemos? Como uma mesma sequência de movimento pode ser dançada com várias versões? Uma parte desse estudo acontecerá com o celular acoplado no  corpo, que registrará as relações e as diferenças entre dinâmicas de movimento, espaço e composição para uma mesma dança.

Duração: 1h

Horário: 19h

Plataforma: Zoom

Inscrições: Pelo telefone (51) 3592-2129 ou e-mail lcornelius@sesc-rs.com.br


 

20/11 (Sábado)

 

ALEGRETE

Pensamento Giratório: Continuidade e perspectivas (Grupo Bagaceira de Teatro/ CE e Teatrofídico/ RS)

Conversa sobre os novos rumos do teatro de grupo. Os grupos completam décadas de atividades sem interrupção, mas dentro de um cenário econômico incerto. O diálogo sobre esse tema vai à busca de uma reflexão de novas maneiras de financiamento, circulação e fruição desse dito teatro de grupo no Brasil. 

Duração: 1h

Horário: 19h

Plataforma: Zoom

Inscrições: Pelo e-mail pamaral@sesc-rs.com.br ou WhatsApp (55) 99923-0571 


 

23/11 (Terça-feira)

 

CANOAS

Espetáculo “O menino chorou” (Mojubá Dança Afro/ RS e Angola Brasil)

O espetáculo aborda a diáspora africana. Com elementos da Capoeira Angola e da Dança Afro, conta-se a história de mães escravizadas que tiveram seus filhos retirados de si ao mesmo tempo em que essas mulheres precisavam amamentar o filho dos senhores de escravos. Entretanto, o grande desfecho do espetáculo se dá quando do nascimento de um Negro, um guerreiro que luta por seu povo e sua liberdade.

Duração: 40 min

Classificação indicativa: Livre

Horário: 20h

Local: Teatro do Sesc Canoas (Av. Guilherme Schell, 5340) e Facebook do Sesc Canoas (www.facebook.com/sesccanoas)

Ingressos: https://www.sympla.com.br/espetaculo-o-menino-chorou---palco-giratorio-2021__1379872 


 

24/11 (Quarta-feira)

 

MONTENEGRO

Espetáculo “DE LÁ PRA CÁ” (Stúdio Bálance/ RS)

Sinopse: O trabalho surge a partir do projeto Universo Atípico, que estimula crianças e adolescentes com Autismo, através da dança. O TEA (Transtorno do Espectro Autista) é complexo, pois cada pessoa dentro do espectro apresenta particularidades e que nem sempre são fáceis de compreender. Foi observando tais particularidades em nossos alunos e em suas maneiras de se movimentar, que criamos o trabalho “DE LÁ PRA CÁ” – que traz à cena fragmentos e partículas das especificidades das movimentações que tornam nossos alunos únicos. "É sobre ver o mundo com um olhar diferente" 

Classificação indicativa: Livre

Local: Facebook do Sesc Montenegro https://www.facebook.com/sescmontenegro 

Inscrições: https://forms.gle/PVgd7oXnj7KdXZKN8 


 

25/11 (Quinta-feira)

 

CANOAS

Intercâmbios e Conexões: Diálogos (Orun Santana/PE, Mojubá Dança Afro/RS e AngolaBrasil/RS)

Nesta atividade acontece o encontro entre os coletivos Orun Santana, Mojubá Dança Afro e AngolaBrasil, a partir de plataformas virtuais, em que propõem-se a reflexão sobre suas poéticas e práticas artístico-culturais da dança e da capoeira, permeadas pelas manifestações afro-brasileiras, ancestralidades e das identidades negras. Além disso, terão a oportunidade de compartilhar com os públicos presentes essas experiências de produções transversais, a partir de diferentes regiões do país. Atividade com tradução simultânea em Libras

Duração: 2h

Horário: 20h

Plataforma: Zoom

Inscrições: https://www.sympla.com.br/intercambios-e-conexoes---orun-santana-pe-mojuba-danca-afro-rs-e-angolabrasil-rs__1379727

 

MONTENEGRO

Intercâmbios e Conexões: Diálogos (Coletivo Tanz/ PB e Stúdio Bálance/ RS)

Sinopse: Intercâmbio entre os grupos para conversa e aprofundamento dos seus trabalhos, semelhanças e diferenças na produção, olhares mais profundos sobre seus processos criativos 

Duração: 2h

Horário: 16h

Plataforma: Zoom

Inscrições: https://forms.gle/PVgd7oXnj7KdXZKN8 


 

27/11 (Sábado)

 

PASSO FUNDO

Pensamento Giratório: Continuidade e perspectivas (Grupo Bagaceira de Teatro/ CE e Núcleo Rindo à Toa/ RS)

Conversa sobre os novos rumos do teatro de grupo. Os grupos completam décadas de atividades sem interrupção, mas dentro de um cenário econômico incerto. O diálogo sobre esse tema vai à busca de uma reflexão de novas maneiras de financiamento, circulação e fruição desse dito teatro de grupo no Brasil.

Mediação: Márcio Meneghel (RS)

Duração: 1h

Horário: 19h

Plataforma: Zoom

Inscrições: https://docs.google.com/forms/d/1Ee6KwN0NTucCvEX9FW1LDrccKjUbBVRLixczulPQt-c/edit 

 









Em breve
Nenhum jogo no momento.